O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 05 de Março de 2013

Faz hoje, 5 de Março, 109 anos que nasceu um dos maiores teólogos do século XX: Karl Rahner.

Aliás, Março acaba por ser um mês rahneriano já que o genial teólogo faleceu a 30 deste mês, em 1984.

publicado por Theosfera às 16:30

Creio na santidade da Igreja, que convive com o pecado que habita nela.

Creio, porém, que nem o pecado ofusca a santidade que alimenta a Igreja.

A Igreja é santificada pelo Espírito Santo. É Ele que sopra.

Creio que o Espírito Santo é o grande Eleitor do Conclave. Ele já sabe quem é o novo Papa.

Que os eleitores humanos perscrutem a voz de Deus.

Ele inspira. Que eles se deixem inspirar.

Oremos todos!

publicado por Theosfera às 11:00

A imprensa é «a imensa e sagrada locomotiva do progresso».

Dito pelo cidadão (no caso, Victor Hugo), soa a reconhecimento. Dito pela própria imprensa, pode soar a presunção.

A imprensa não está a atravessar o melhor momento da sua história. Mas continua a ser indispensável.

Nem sempre será portadora de progresso. Mas nunca poderá ser indutora de retrocesso.

Hoje por hoje, confesso, alimento algumas dúvidas.

publicado por Theosfera às 09:50

O orgulho não é a atitude mais elevada, mas ainda se pode tornar admissível. Já a vaidade é o puro vazio.

Mariano da Fonseca anotou: «O orgulho pode parecer algumas vezes nobre e respeitável, a vaidade é sempre vulgar e desprezível»!

publicado por Theosfera às 09:43

Importante é escrever. Mas para quê escrever?

Para instrução, sem dúvida. Para formação, seguramente.

Mas também se escreve por deleite e até para exorcizar o medo.

Dizia Agustina Bessa-Luís: «Escrever é isto: comover para desconvocar a angústia e aligeirar o medo, que é sempre experimentado nos povos como uma infusão de laboratório, cada vez mais sofisticada. Eu penso que o escritor com maior sucesso é aquele que protege os homens do medo: por audácia, delírio, fantasia, piedade ou desfiguração».

publicado por Theosfera às 09:41

Há uma interacção simbiótica entre o saber e o viver.

Tal interacção é tecida de dependência mútua e influência recíproca.

Baltasar Gracián y Morales dizia: «O homem tem muito para saber e pouco para viver; e não vive se não souber nada».

Mas também se pode dizer que muito pouco sabe quem muito pouco vive. O saber influencia a vida. Mas a vida influencia (muito mais) o saber!

publicado por Theosfera às 09:36

Hoje, 05 de Março, é dia de S. João José da Cruz, S. Teófilo e Sto. Adriano.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 07:07

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro