O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 22 de Novembro de 2012

O fracasso poder acontecer muitas vezes. A desistência é que não pode acontecer nunca.

Marco Aurélio aconselhava: «Nada de desgosto, nem de desânimo; se acabas de fracassar, recomeça». De facto, a vida pode ser uma sequência de fracassos. Mas tem de ser também uma sucessão de começos.

Por isso, nunca comece a desistir. E nunca desista de (re)começar!

publicado por Theosfera às 10:00

O conhecimento do mundo gera pouca vontade de adaptação e muita vontade de superação.

Jean-Jacques Rousseau confessava: «Quanto mais do mundo vi, menos pude moldar-me à sua maneira».

Este é o momento de darmos tudo pela mudança, até porque o mundo é composto de mudança.

Só que a mudança não se faz por inércia. Tem de ser pelo nosso esforço!

publicado por Theosfera às 09:55

Estranhos somos nós para nós. Na relação com as coisas mantemos uma atitude desconcertante. Shakespeare achava que «sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos».

Afinal, temos Deus, temos a família, ainda vamos tendo amigos.

Não será oportuno fruir da sua presença, da sua companhia?

publicado por Theosfera às 09:51

Nietzsche percebeu que «nenhum vencedor acredita no acaso».

O acaso é um expediente para justificar fracassos.

O vencedor é o que acredita, o que espera, o que se empenha.

O vencedor vence mesmo quando não ganha.

A sua vitória não depende (só) dos resultados.

A vitória do verdadeiro vencedor depende sobretudo da dedicação, do esforço, da persistência!

publicado por Theosfera às 09:42

Hoje é dia de Sta. Cecília, padroeira dos músicos e dos fabricantes de instrumentos musicais.

 

Foi presa por ser cristã e condenada à morte. Como era muito popular em Roma, por causa da sua ajuda aos pobres, foi decidido que seria morta em sua casa, para evitar protestos.

 

Prenderam-na num quarto de banhos quentes, para que morresse asfixiada. Só que, durante três dias e três noites, Cecília entoava cânticos de louvor.

 

Intrigados com tamanha resistência, os algozes tiraram-na de lá para a degolar. Por três vezes a tentativa do algoz falhou e ela foi deixada para morrer agonizando.

 

Cecília perdeu as cordas vocais e levou ainda um tempo a morrer, mas dizem que os seus cânticos puderam ser ouvidos até ao fim.

publicado por Theosfera às 06:24

Hoje, 22 de, é dia de Sta. Cecília, S. Filémon, Sta. Ápia e S. Salvador Lilli e seus Companheiros mártires.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 06:23

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9



26


Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro