O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 28 de Outubro de 2012

 

 

«Que eu veja, Senhor»!

Eis o pedido que um cego Te fez há dois mil anos.

Eis pedido que, de novo, Te fazemos.

 

Precisamos de ver

e só Tu és a luz.

 

Precisamos de ver

por fora e por dentro.

 

Precisamos de ver a vida,

o passado, o presente e o futuro.

 

 

A fé salvou o cego.

A fé salva-nos a nós,

tantas vezes cegados pela mentira, pela insinuação e pela inveja.

 

A fé salva na esperança e no amor.

A fé é luz que ilumina e brilha.

A fé é luz que liberta e redime.

 

Hoje também,

Tu, Senhor, continuas a chamar,

a chamar por nós nesta situação difícil.

 

 

Ouve, Senhor,

o clamor dos pobres, dos aflitos e dos famintos.

 

Ouve, Senhor,

o grito dos sem-abrigo e dos sem-amor.

 

Ouve, Senhor,

a súplica dos desempregados e dos que têm salários em atraso.

 

Ouve, Senhor,

o pedido dos que querem dar pão aos seus filhos e não têm conseguem encontrar esse pão.

 

As prateleiras até estão cheias,

mas há corações que permanecem vazios.

 

Mas Tu, Senhor, fazes maravilhas.

Tu, Senhor, és a constante maravilha.

 

 

Por isso continuamos a soltar brados de alegria.

Apesar da crise,

apesar do sufuco e da tempestade,

nós sabemos que, neste tempo de fome,

nós dás o alimento.

 

 

Tu, Senhor, és o alimento,

o pão da Palavra e o pão da vida.

 

Vem connosco saciar a fome deste mundo:

a fome de pão,

a fome de justiça

e a fome de paz.

 

Há nuvens por debaixo do sol.

Mas há sol por cima das nuvens.

 

Obrigado, Senhor, por este pão.

Que ele chegue a todas as casas.

Que ele entre em todos os corações.

 

Obrigado, Senhor, pelos sonhos.

Um dia, as lágrimas hão-de regar as avenidas da vida.

E o sonho de um mundo melhor há-de sorrir para todos.

 

Tu, Senhor, és esse sonho,

um sonho que se realiza em cada instante.

 

O sonho és Tu,

JESUS!

publicado por Theosfera às 10:19

As palavras de Eisenhower são pertinentes como sempre e palpitantes como, talvez, nunca: «Não se é líder batendo na cabeça das pessoas - isso é ataque, não é liderança».

Hoje temos muito quem bata. Falta quem saiba liderar!

publicado por Theosfera às 07:31

O problema dos governantes é que funcionam, muitas vezes, em circuito fechado.

Do povo esperam o voto. Mas não é com o povo que escrutinam a sua acção.

Avaliam-se a si mesmos e não se avaliam junto do povo.

Sucede que já Maquiavel opinava que, «para bem conhecer a natureza dos povos, é necessário; mas, para bem conhecer a natureza dos príncipes, é necessário pertencer ao povo»!

publicado por Theosfera às 07:30

«Nada de grande se faz sem sonho».

Renan parece mais actual do que nunca. Há gestores que se demitiram de sonhar. E, ainda por cima, decapitam os sonhos que nos iam acalentando...

publicado por Theosfera às 07:29

Os últimos tempos trouxeram-nos para o abismo. Os próximos tempos vão fazer-nos cair nele.

O país sente que tem pela frente um (imediato) problema económico e político, além de um persistente problema moral, que vem de há muito. Como sair daqui?

Um antigo chefe de estado defende a demissão do Governo: por iniciativa própria ou por decisão superior. Mas que fazer a seguir?

A referida figura, sobre isso, não se pronuncia.

As vias partidárias, essenciais numa democracia, parecem esgotadas.

Daí que ir para eleições não pareça sensato, além de ser muito dispendioso.

Eu penso que, dada a emergência que vivemos, os partidos deviam comprometer-se a apoiar uma pessoa escolhida pelo presidente da república.

Não há qualquer ilegitimidade. É bom que se saiba que as eleições são para a escolha de deputados, não de governos.

Muitos dos ministros nem são candidatos a deputados. Porque é que um primeiro-ministro não pode ser alguém que não seja deputado?

Um Monti português? Eu penso que ele até existe. Não vou dizer um nome, até porque haverá outros.

Bom seria que todos os partidos se pusessem de acordo para apoiar uma solução.

Os desacordos só têm agravado os problemas!
publicado por Theosfera às 07:27

Os relógios andaram para trás.
Mas o tempo só anda para a frente!

publicado por Theosfera às 07:26

Hoje, 28 de Outubro e XXX Domingo do Tempo Comum, é dia de S. Simão, S. Judas e S. Malchion.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 07:01

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro