O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 08 de Outubro de 2012

Os impostos são necessários. Mas, se repararmos bem, só o conceito de imposto litiga com a matriz fundadora da democracia: a liberdade.

Seremos livres quando algo nos é imposto?

Em democracia, nada devia ser imposto, tudo deveria ser proposto.

É claro que isso seria numa democracia perfeita. E nem no século de Péricles a perfeição ungiu a democracia.

Mas uma coisa é que caminharmos no sentido da perfeição, outra coisa, bem diferente, é afastarmo-nos cada vez mais dela.

Não há dúvida de que, para vivermos sob a égide das propostas e não dos impostos, teria de haver um mínimo de sentido comunitário.

Sucede que este sentido está muito longe de muitos.

É curioso notar que, há séculos, a Magna Carta preceituava que novos impostos só poderiam ser criados com o consentimento dos cidadãos.

É preciso ter uma cultura de responsabilidade muito grande. Mas creio que a inversa também é verdadeira.

Na hora que passsa, estamos a passar os limites do suportável.

O conceito de imposto está a ser muito difícil de suportar!

publicado por Theosfera às 10:05

Para viver pior, a principal (diria única) condição é acreditar que se vai viver pior.

É que, mesmo que a situação seja desfavorável, o espírito pode fortalecer-se e revigorar-se.

O exterior condiciona o interior. Mas o interior pode transformar o exterior.

Como lembrava Raul Brandão, «é por dentro que as coisas são».

É a partir do fundo que tudo se pode alterar.

Acreditemos que, afinal, tudo pode ser melhor. E vivamos em função desse melhoramento.

Não se trata de uma ilusão. Trata-se de um estímulo, de um objectivo, de um horizonte, de um sentido.

Experimente!

publicado por Theosfera às 09:53

Há um balanceamento entre as pessoas e as suas atitudes, entre os homens e os negócios.

Os homens condicionam os negócios. Os negócios condicionam os homens.

Os homens revelam-se nos negócios. Os negócios revelam os homens.

Disse, a este propósito, o Duque de Lévis: «Os homens impulsionam os negócios e os negócios arrastam os homens»!

publicado por Theosfera às 09:49

A vida dos povos é complexa.

Entender a complexidade é, pois, o segredo da sabedoria. Pelo contrário, simplificar o que é complexo é uma temeridade.

Governar não é fácil. Mas, às vezes, a governação tende a ser dificuldata pelos próprios governantes. Não faria mal que atentassem nesta frase de Cícero: «Entendo que os chefes devem reconduzir tudo a este princípio: aqueles que eles governam devem ser tão felizes quanto possível».

Se não conseguem esse desiderato, que dêem o lugar a outros.

Mas haverá alguém que esteja em condições de tornar felizes (ou, no mínimo, menos infelizes) os outros?

publicado por Theosfera às 09:43

José Martí: «Os homens são como as estrelas; alguns geram a sua própria luz enquanto outros reflectem o brilho que elas recebem».

Mas se não fossem os reflexos, a luz das estrelas poderia brilhar?

publicado por Theosfera às 09:35

Uma máxima de Ibsen: «A minoria pode ter razão, a maioria está sempre errada».

Parece dura. Mas perdura.

Há sempre um momento futuro em que se vê que a maioria, num momento passado, esteve errada.

O problema é que só vê depois o erro que (maioritariamente) foi cometido antes!

publicado por Theosfera às 09:30

Hoje, 09 de Outubro, é dia de Sta. Pelágia, Sta. Taís e Sto. Artoldo.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 07:02

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro