O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 04 de Julho de 2012

Procuro não ser preconceituoso e entendo que as oportunidades devem ser dadas a toda a gente. Qualquer pessoa deve ter condições para obter a formação que pretenda, seja qual for o momento da sua vida.

Mas se pretende formação é porque parte do princípio de que vai à procura daquilo que ainda não tem.

Se a formação se limita ao reconhecimento daquilo que já se tem, qual é a mais-valia de uma tal formação?

Alguém acha que basta ter contacto com doentes para obter uma licenciatura em Medicina? Ou que basta ter prática na construção para ter uma licenciatura em Engenharia Civil ou Arquitectura? Ou que basta estar habituado a fazer contas para alcançar uma licenciatura em Gestão? Ou, já agora, que basta rezar muito para obter uma licenciatura em Teologia?

Pelo rumo que algumas coisas estão a ter, mais vale (passe o exagero) diplomar toda a gente à entrada da universidade!

Há muita gente que estudou enquanto trabalhava sem que a experiência profissional servisse de atenuante para ser dispensado desta ou daquela disciplina.

É um esforço grande, mas é um enriquecimento compensador.

A formação não dispensa a experiência. Mas pode enriquecê-la. Até porque a formação, no fundo, acaba por ser a partilha da experiência (que inclui os conhecimentos) de outros.

E só pela exigência a formação tem valor. E sabor!

publicado por Theosfera às 21:09

«Escrevemos porque ninguém nos ouve».

Georges Perros terá (alguma) razão.

Também haverá quem diga que falamos porque ninguém nos lê.

No fundo, vivemos deslaçados. No tempo das comunicação, sentimos que é tão difícil comunicar.

É preciso reinventar a vida!

publicado por Theosfera às 10:02

Bem avisado andou Arthur Schopenhauer: «Todo o indivíduo tem direito à honra; à glória, apenas as excepções, pois apenas mediante realizações excepcionais é possível atingi-la».

O problema é que muitos querem a glória a todo o custo, mesmo sem honra. E, pior, procuram a glória nas coisas mais banais, com os actos mais vis.

Na sociedade do espectáculo, qualquer alarvidade pode servir de passaporte para a glória. Efémera, mas glória!

publicado por Theosfera às 10:01

«Por mais que o orgulho seja, em geral, censurado e mal-afamado, suspeito, todavia, que isso venha principalmente daqueles que nada possuem do que se orgulhar».

Se calhar, Schopenhauer entreviu que o despeito pode servir de pretexto.

Em qualquer caso, é melhor não ceder ao orgulho.

Façamos o bem e mantenhamos a humildade.

A discrição é o perfume que melhor ornamenta o bom agir!

publicado por Theosfera às 09:59

Hoje, 04 de Julho, é dia de Sta. Isabel de Portugal, Santos Mártires de Iorque e S. Pedro Jorge Frassati. Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 07:12

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro