O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 18 de Fevereiro de 2012
As decisões devem ser pautadas por critérios de racionalidade, de justiça e de transparência.
 
Todos concordam. Mas quem aplica?
 
Por muito que nos doa, a vida está infectada pela irracionalidade, pela injustiça e pela obscuridade.
 
Desde a economia à política passando por todos os outros sectores, vivemos debaixo de coisas que ninguém entende e que parecem escapar à nossa compreensão.
 
Até quando?
publicado por Theosfera às 12:11

Do futuro não chegam notícias de chuva.
 
Só chegam notícias de calor, de seca e de incêndios.
 
Espero que não faltem também notícias de esperança!
publicado por Theosfera às 12:09

Napoleão, que era homem de poucas falas, verteu o seguinte pensamento: «Dez pessoas que falam fazem mais barulho do que dez mil que ficam em silêncio».
 
Mas não seria bom que se ouvisse mais o silêncio de muitos do que a gritaria de poucos?
 
Reparem na subtileza. Napoleão não disse que os que falam dizem mais. Disse apenas que fazem mais barulho.
 
A comunicação é muito mais que ruído!
publicado por Theosfera às 12:07

Por estes dias e apesar do Carnaval, ninguém está contente.
 
Também não há muitos motivos para grandes contentamentos. As notícias do presente são preocupantes. E os próprios ecos do futuro ameaçam ser sufocantes.
 
Mas terá havido alguma época em que os portugueses formassem um povo feliz?
 
Há mais de cem anos, Miguel de Unamuno, que nos conhecia bem, dizia que éramos um «povo triste», um «povo de suicidas» ou até um «povo suicida».
 
De facto, parece que estamos sempre a caminho do abismo. Mas como ainda vamos sobrevivendo, qual Fénix, então é possível que sejamos também um povo «morticida». Isto é, um povo que, à medida que parece afundar-se de vez, vai ressurgindo.
 
O abismo está perto. Mas ainda não nos devorou!
publicado por Theosfera às 12:06

Não sou (nunca fui) marxista, marxiano ou sequer marxófilo.
 
Não me revejo no ideário ou nas propostas de Karl Marx. Aliás, penso nem Karl Marx seria marxista se visse no que deram muitos regimes que se reclamam seus seguidores.
 
Mas não deixo de reconher pertinência a alguns dos seus diagnósticos. Um deles é, de facto, de uma agudeza lapidar: «As ideias dominantes de um tempo são as ideias da classe dominante».
 
E o pior é que a única ideia é a vontade de dominar...
publicado por Theosfera às 12:05

Há mais escolarização. Haverá mais educação?
 
Toda a gente frequenta a escola. Mas será que toda a gente está educada?
 
A educação não se afere apenas na relação com os livros. Testifica-se, sobretudo, na relação com as pessoas.
 
Duvido, por isso, que haja mais educação hoje. Michel Wieviorka, discípulo de Alain Touraine, acha que sim. Mas também tem o cuidado de ressalvar que foi num país com maiores índices de educação que surgiu o nazismo.
 
Há barbárie no ar. Esperemos que não aterre.
publicado por Theosfera às 12:04

As imagens de uma escola no dia de anteontem continuam a baloiçar no meu íntimo.
 
Será que o futuro vai ser um agravamento do presente? Será que só há ordem em regimes autoritários? Não creio. Não quero crer.
 
Os países anglo-saxónicos têm uma grande tradição de liberdade e uma grande tradição de ordem. É possível congraçar a ordem com a liberdade.
 
A aposta tem de radicar na educação. A consciência de cada um tem de ser a instância de avaliação dos comportamentos. É aqui que temos falhado!
publicado por Theosfera às 12:02

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

14

20
25



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro