O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 09 de Fevereiro de 2012
Vivemos, mas raramente nos encontramos e dificilmente nos conhecemos.
Como dizia Fernando Pessoa, «viver é ser outro». E aquele outro que a vida nos revela quase nunca assenta no nosso interior.
É uma surpresa que, frequentemente, nos confunde.
Viver é, no fundo, aprender a lidar com esse outro que habita em nós, mas que parece passar ignoto pela nossa vida!
publicado por Theosfera às 11:09

«As crianças têm de ter muita paciência com os adultos».
Assim escreveu (madura e magnficamente) Antoine de Saint-Exupéry.
publicado por Theosfera às 10:33

Angela Merkel não foi simpática. De resto, a simpatia não será o seu forte, a sua matriz idiossincrática.
 
Mas, por muito que nos custe, às vezes tem pertinência no que diz.
 
Salta à vista que nem sempre usamos bem o dinheiro.
 
Acresce que, numa sociedade livre, a opinião circula como as pessoas. Se o dinheiro alemão é bem-vindo, a opinião alemã terá de ser acolhida. Mesmo que não seja tão apreciada.
 
Aliás, não faltam por aqui comentários à política alemã e ninguém fala de ingerência.
 
Há momentos em que o melhor é meditar!
publicado por Theosfera às 10:27

Uma dieta pode ser sugerida a quem tem possibilidade de comer e deverá comer menos.
 
«Mutatis mutandis», é o que se passa com a economia dos povos.
 
A austeridade, segundo Paul Krugman, deve ser implementada quando existe prosperidade. John Keynes defendia o mesmo.
 
É que, como recorda Paul Samuelson, «combater uma recessão com mdeidas de austeridade resulta sempre numa espiral de crescimento negativa».
 
Bom seria que este segmento de discurso encontrasse eco na política.
 
O (des)caminho que seguimos não é solução. É prolongamento (e agravamento) da enfermidade!
publicado por Theosfera às 10:26

«Quando o coração pode falar, não há necessidade de preparar o discurso».
 
Lessing acertou. O coração tem uma eloquência que os lábios não veiculam e a razão (só por si) não alcança!
publicado por Theosfera às 10:25

Sejamos humildes.
 
Não é o mundo que tem uma dívida para com os cristãos. Os cristãos é que têm uma dívida para com o mundo: a dívida do amor, da verdade, da salvação.
 
Jesus enviou-nos para o mundo. Não regateemos um contributo, por modesto que seja, para que os que nele vivam sejam (um pouco mais) felizes.
publicado por Theosfera às 10:24

Há quem aprecie palavras duras, frases tonitruantes.
 
É claro que podem ter um efeito imediato: põem toda a gente a repeti-las. E pode ser que se discuta alguma ideia.
 
O problema é que raramente isso acontece.
 
Há palavras e frases que provocam poluição visual, ruído sonoro e tempestade verbal.
 
Tais palavras e frases chegam aos ouvidos e chegam a desencadear até uma descarga biliar.
 
Prefiro, no entanto, a palavra oferecida, o raciocínio sossegado, a construção gradual.
 
Há palavras e frases que não dão nas vistas, mas aterram no coração. É delas que se faz a memória dos povos!
publicado por Theosfera às 10:22

A vida é misteriosa e o ser humano (cada um de nós) paradoxal.
 
Parece que ficamos mais preocupados antes das coisas acontecerem do que quando elas acontecem.
 
Ficamos assustados antes de um exame que pode determinar uma doença incurável. Mas se esta se confirma, dá a a impressão de que uma estranha calma se apodera de nós.
 
Joseph Joubert verbalizou este estado de espírito: «Quando se receou de mais aquilo que pode acontecer, acaba-se por encontrar algum alívio quando isso acontece».
 
Se tem de vir a tempestade, que venha. Para quê anunciá-la a conta-gotas?
publicado por Theosfera às 10:21

Perante a realidade que nos cerca, uma afirmação tem de ser feita e uma pergunta tem de ser (forçosamente) formulada.
 
O país não estava bem. Mas será que, com estas medidas, está melhor? Está em vias de ficar melhor?
 
A Grécia é um caso exemplar. É importante que se questione o comportamento dos cidadãos. Mas é fundamental que não se deixe de questionar as atitudes dos governantes.
 
Pode ser que, de pergunta em pergunta, estacionemos nalguma resposta motivadora!
publicado por Theosfera às 10:19

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

14

20
25



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro