O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 04 de Fevereiro de 2012
O Evangelho proclama-se ao domingo nas igrejas. Mas é para viver em cada dia em todos os lugares.
 
O Evangelho está escrito em forma de livro para ser inscrito em forma de vida.
 
S. Paulo atesta que anunciar o Evangelho é, para ele, uma obrigação que incorpora como uma prioridade: «Ai de mim se não evangelizar».
 
Ele respirava Evangelho até à medula do seu ser.
 
O terreno onde o Evangelho é semeado chama-se família, local de trabalho ou de lazer.
 
É em casa, na rua, na oficina, na escola, no hospital, no estádio que o Evangelho fermenta!
publicado por Theosfera às 23:35

A logomaquia faz estragos (inevitáveis?) em muitas palavras. Senso será uma das vítimas.
 
Há quem presuma que ter senso é, na prática, ser insensível, calculista.
 
Para muitos, tem senso aquele que não intervém em situações de risco, aquele que não toma posição em assuntos polémicos ou, então, aquele que alinha pela corrente dominante.
 
Sucede que senso é tudo o oposto disto.
 
Senso é sensibilidade, é apreensão diáfana da realidade.
 
O bom senso não leva a perder o controlo e o autodomínio. Impõe-se pela moderação, mas também (e sempre) pela clareza e frontalidade!
publicado por Theosfera às 23:33

Para pôr o país em ordem, dizem-nos, é mister despedir trabalhadores, ou seja, aumentar o desemprego.
 
De caminho, avisam-nos de que deixou de haver direitos adquiridos. E recomendam-nos que nos habituemos a isso.
 
Estranho.
 
Se não são adquiridos, são direitos? Aquilo que não é adquirido não nos pertence.
 
Se não há direitos adquiridos, não há direitos.
 
Gusdorf previne-nos: «A humanidade vive no Grande Interregno dos valores, condenada a uma travessia do deserto axiológico de que ninguém pode prever o fim».
 
Mas quem alerta ainda é acoimado de insensatez!
publicado por Theosfera às 23:32

Este dia 4 de Fevereiro transporta recordações que não se apagam nunca. É o dia de anos do meu primeiro Vice-Reitor, aquele que, há 37 anos, me recebeu no Seminário e que continua a ser um grande Amigo. Era feriado no Seminário.
 
É o dia da festa na Paróquia de S. João de Brito, vivida com muita intensidade, seriedade e autenticidade por toda a gente.
 
Neste dia, há sempre mails, sms ou telefonemas que chegam. Há uma emoção muito grande e agradecida.
 
Ao contrário do que dizia Óscar Wilde, o passado não passa. Acompanha-nos ao longo da vida.Tudo isto permanece no mais fundo de mim.
 
Obrigado, Senhor!
publicado por Theosfera às 15:49

Está a aproximar-se o dia 7, dia das Cinco Chagas de Cristo.
Nesse dia, completam-se 15 anos sobre a morte de meu querido Pai.
Foi às 05h37, quando o dia espreitava, que a sua respiração parou.
Vim a descobrir que, nesse mesmo dia (embora 45 anos antes), tinha morrido o grande poeta Sebastião da Gama.
E o notável D. Hélder Câmara veio ao mundo também a 7 de Fevereiro de 1909. Já lá vão 103 anos. Nessa altura, meu Pai já tinha quase seis anos.
Já é muito tempo. E parece que tudo foi ontem, há instantes!
publicado por Theosfera às 12:31

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

14

20
25



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro