O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012
Hoje, S. Sebastião. Amanhã, Sta. Inês. Domingo, S. Vicente.
Três dias, três mártires.
Para ser mártir, é preciso haver amor. Mas, por estranho que pareça, é preciso também haver ódio.
É incrível, mas é mesmo verdade. Sem ódio, não há martírio.
O «odium fidei» é a condição para alguém ser declarado mártir.
Estamos, pois, diante de uma mistura explosiva e, ainda por cima, dificilmente explicável.
Como é que o ódio se manifesta, regra geral, contra quem mais ama?
A fé está cheia de mistérios. E a vida não o está menos...
publicado por Theosfera às 11:02

Eu não sei se é possível meditar em andamento e, ainda mais, em andamento acelerado.
Sempre achei que a actividade mais importante de um líder é decidir. E, para decidir, é preciso parar, pensar.
O pensamento carece de algum recolhimento.
É por isso que o que se passa à nossa frente parece quase surreal.
Um líder janta em Berlim e, na manhã seguinte, está em debate parlamentar. Isto mostra um grande esforço.
Mas revela também bastante desgaste.
A mesma realidade precisava de outros horizontes.
publicado por Theosfera às 11:00

Há quem esteja sempre à espera do erro alheio para triunfar.
Quem ganha à custa dos fracassos dos outros não é um vencedor; é um oportunista.
E, depois, quer-me parecer que, na vida, o importante não é ganhar. É caminhar. É viver!
publicado por Theosfera às 11:00

Nem tudo o que espanta convence.
Há frases espantosas que nos encantam, mas que não conseguem mudar a nossa vida.
O que vem de fora pode ajudar-nos. Mas só o que vem de dentro nos transformará!
publicado por Theosfera às 10:59

Apesar de sentirmos a sua falta, ainda vamos tendo tempo para dizer, para fazer, para colher, para semear, para viajar, para construir, para destruir.
 Será que temos tempo para ser? Será que queremos ter tempo para ser?
publicado por Theosfera às 10:58

Estamos na Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.
Como é possível que, mil anos depois, nos mantenhamos divididos e que nem sequer aceitemos integrar os factores de divisão?
Que sinal de tolerância podemos ser para o mundo? Como é que podemos exigir às pessoas que vençam as divisões quando nós não conseguimos acolher as diferenças?
Muito já foi feito, é certo. Mas muito mais poderia (e deveria) ter sido realizado!
publicado por Theosfera às 10:57

Cada vez mais sinto que falar é um imperativo.
Mas cada vez mais noto que calar é uma necessidade.
publicado por Theosfera às 10:56

Já nem o alicerce da democracia confia em si mesma. Apenas 56% da população confia na democracia.
Mas será que há alternativa?
Eu penso outra coisa. O que as pessoas anseiam é por uma democracia.
Porque, na hora que passa, o que temos é uma «plutocracia oligárquica»!
publicado por Theosfera às 10:55

Leon Tolstói tocou num ponto sensível: «A vida é Deus. Amar a vida é amar a Deus».
A inversa também poderia ser assumida: amar a Deus é amar a vida.
Não desperdice energias pelo ódio...
publicado por Theosfera às 10:54

Até com os pouco recomendáveis podemos aprender.
Mao-Tsé-Tung asseverou: «Quem não sabe ouvir não sabe governar»!
publicado por Theosfera às 10:54

Aquiles só tinha um problema: o seu calcanhar.
Mourinho só parece ter uma dificuldade. Chama-se Barcelona.
O Real Madrid continua a ser muito bom. Só que o Barcelona mostra ser bastante melhor!
publicado por Theosfera às 10:53

Os verdadeiramente grandes são os mais pequenos.
Só quem é inferior tem necessidade de alimentar complexos de superioridade!
publicado por Theosfera às 10:52

Tente fazer uma lista dos seus lugares-comuns, daquelas palavras e frases que lhe saem mais dos lábios.
E procure pensar em cada uma delas, no seu alcance.
Será que se revê em tudo o que costuma dizer?
publicado por Theosfera às 10:51

Mais vale calar e ser do que falar e não ser.
Inácio de Antioquia, há quase dois mil anos, percebia que, não raramente, a linguagem verbal consegue mais esconder do que mostrar.
Por isso, ela é, muitas vezes, o veículo do não-ser e até do anti-ser.
O silêncio também possui a sua sabedoria.
Acima de tudo, porém, a paz. Achava o mesmo santo que ela, a paz, é o «bem mais precioso». Alguém discordará?
publicado por Theosfera às 10:50

Livra-nos, Senhor, das pretensas vitórias sobre os outros, contra os outros.
Ensina-nos, Senhor, a triunfar apenas (e sempre) com os outros.
As vitórias «solteiras» nunca são felizes. E são sempre efémeras!
publicado por Theosfera às 10:49

A vida é feita de raiz e destino.
Conhecemos a raiz. Ainda não conhecemos totalmente o nosso destino.
Resta-nos apostar tudo em cada etapa da viagem.
Hoje é mais um caminho.
Bom dia!
publicado por Theosfera às 10:47

Fez, no dia 18, 27 anos que morreu o Padre Manuel Antunes, grande figura da cultura portuguesa.
 A Sophia de Melo Breyner terá confidenciado que a história de Portugal poderia ser feita a partir da ideia de inveja!
publicado por Theosfera às 10:46

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
17
18
19

26
28



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro