O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2011
A nossa sociedade tem, consabidamente, uma relação atribulada com a verdade.
Mark Twain hiperbolizava o quadro assegurando: «Todos mentimos. Todos os dias; a toda a hora».
Ian Lesli escreveu um livro a que deu o sugestivo título de «Mentirosos natos».
Diz que mentimos por muitas razões: «para ser educado ou simpático, para poupar tempo ou embaraço, por diversão, para manipular, para magoar, para nos defendermos ou para defender alguém».
É fundamental que nos curemos a tempo desta enfermidade. Só a verdade liberta.
publicado por Theosfera às 11:15

Este Natal teve menos consumo. Menos 200 milhões de euros nas compras.
Segundo Daniel Bessa, desde 2000, o país está a endividar-se à média de dois milhões de euros por hora.
Como é que só agora vemos o que, desde sempre, devíamos ter olhado?
publicado por Theosfera às 11:14

Tudo na vida é realidade e é sinal.
Tudo pode ser mais do que aquilo que é.
Tudo é aquilo que nós vemos. Um símbolo acaba por ser uma realidade projectada noutro lado.
Na Coreia do Norte, até a natureza é vista como partilhando do luto pela morte de Kim Jong-il.
É uma ave que limpa a neve que cobria os ombros de uma estátua do líder.
Ou o gelo que se quebrou num lago no local do seu nascimento.
Ou os trabalhadores que dizem terem visto duas aves a chorar.
Por aqui se vê como tudo tem a configuração do nosso olhar!
publicado por Theosfera às 11:13

Uma grande frase de Leibniz, que, nesta época, readquire sentido: «O tempo presente está prenhe do que há para vir».
Estamos a semear o futuro. Quando teremos a colheita?
publicado por Theosfera às 11:12

Pediram-lhe uma única palavra para nos descrever e ele não hesitou: «faladores».
Os portugueses são «faladores».
É provável que já nem notemos muito, tal é a força incoercível do hábito.
O problema é que «falamos» muito e «falamos» mal. Já viram como, entre nós, toda a gente tem uma opinião mesmo que não tenha conhecimento?
Um pouco de comedimento não fará mal. Mas sem imposições. O uso da palavra ou a sua supressão só podem dimanar da liberdade!
publicado por Theosfera às 11:09

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12




Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro