O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 16 de Novembro de 2011

Ser simples não é o mesmo que ser vulgar.

 

A simplicidade é muito mais que a vulgaridade.

 

Na simplicidade ressoa um aprumo e resplandece uma suave elegância.

 

A simplicidade é transparência. É ausência de interposições artificiais entre a profundidade e a superfície.

publicado por Theosfera às 21:15

A esperança está a passar por aqui, pelo mundo. Está à espera de guarida. Vai batendo a todas as portas.

 

Muitos nem se apercebem da sua chegada. Não a ouvem. Estão ocupadas com o medo.

 

Será que a esperança vai continuar a pairar? Não quer recebê-la no seu coração?

 

Acolher a esperança é (também) dar uma oportunidade a si mesmo.

 

E olhe que é nas alturas mais difíceis que ela, a esperança, se torna mais necessária.

 

Abra-lhe, pois, as suas portas: as portas da sua vida. Não se arrependerá!

publicado por Theosfera às 21:13

Qual é a pior doença, a mais letal?

 

É a «egopatia», a doença do «eu».

 

É uma enfermidade fatal porque corta, desliga.

 

O eu pessoal, o eu do grupo, o eu das nações, o eu dos interesses estabelece relações de domínio e de sobreposição onde devia resplandecer a partilha e a solidariedade.

 

O egoísmo cura-se com o altruísmo. E supera-se quando se conjugar mais o verbo «dar» do que o verbo «receber»!

publicado por Theosfera às 11:15

A maior sabedoria não vem do cérebro. Vem do coração.

 

O cérebro conhece razões. Mas, como dizia Pascal, o coração tem razões que até a razão desconhece.

 

O que mais me fascina não é um cérebro robusto, acumulador de conhecimentos e debitador de conceitos.

 

O que mais me convence é um coração puro, uma alma limpa, uma vida recta.

 

Um coração transparente gera uma mente brilhante.

 

A sabedoria, que é mais que o conhecimento, consiste em conjugar a complexidade da inteligência com a simplicidade do coração.

 

Quanto mais simples, mais sábio!

publicado por Theosfera às 10:43

O bom líder não é o que obriga. É o que aponta.

 

Não é o que manda. É o que indica.

 

Não é o que brilha. É o que faz brilhar.

 

Não é o que condena. É o que apoia.

 

Não é o que desfaz. É o que ajuda a refazer.

 

Não é o que desiste. É o que persiste.

 

O bom líder não fala muito. A sua acção fala por ele.

 

Razão tem, pois, Lao Tzu: «O líder é melhor quando as pessoas mal sabem da sua existência».

 

O melhor líder é o que existe na existência dos outros. Daqueles a quem se dá!

publicado por Theosfera às 10:41

Faz hoje vinte e dois anos que o reitor da Universidade Centro-Americana foi assassinado juntamente com outros colegas.

 

O Padre Ignacio Ellacuría foi um dos discípulos dilectos de Zubiri e o primeiro a fazer uma tese de doutoramento sobre a sua obra.

 

Deixando uma carreira descansada na Europa, foi para a América Latina pugnar pela justiça em nome do Evangelho.

 

Vidas assim sobrevivem. Mesmo depois da morte.

publicado por Theosfera às 10:32

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro