O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 06 de Setembro de 2011

Nada como a multidão para sentir a solidão!

publicado por Theosfera às 21:29

Eu sei que é totalmente utópico, mas o poder devia ser exercido por quem não quer ter poder.

 

O poder não é para ter; é para exercer. Devia ser exercido de baixo para cima e não de cima para baixo.

 

Quem olha a partir de baixo coloca os outros num plano superior e põe-se ao seu serviço.

 

Já quem vê a partir de cima tende a situar os outros num plano inferior, propendendo a servir-se deles.

 

Quem tem poder pensa em si, no seu poder. Os outros estão numa posição subalterna.

Isto muda tudo. Os outros são vistos (e tratados) em função do poder.

 

Tão longe estamos do horizonte de Bossuet: «Nossos senhores, os pobres»!

 

É a ambição pelo poder que adultera o sentido do poder. Em vez de resolver problemas, multiplica dificuldades.

 

Até quando?

publicado por Theosfera às 17:37

«Uma paixão - assegura Espinosa - não se vence pela razão, mas por uma paixão maior».

Deus é a paixão suprema. Haverá amor maior do que aquele que dá a vida?

 

Quem dá muito mostra um amor grande. Quem se dá inteiramente revela um amor total.

publicado por Theosfera às 17:34

Existirá alguma teoria da relatividade na economia?

Hoje, diz-se que quem aufere 150 mil euros por ano (o que dá um vencimento de mais de 10 mil euros por mês) não pode ser considerado rico.

 

E, de facto, é verdade. Em relação a quem ganha 20, 30, 40 ou 100 mil euros por mês (e há até quem ganhe mais), trata-se de alguém pobre.
Mas se o termo de comparação for quem ganha o salário mínimo? E são tantos os que nem isso ganham!

Afinal, quantos países há em Portugal?

publicado por Theosfera às 11:56

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro