O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 01 de Abril de 2011

Se falta a competência que, ao menos, não escasseie a contenção.

 

É o que o martirizado povo português espera nesta hora de emergência.

 

Quem ouve o discurso mediático que, por estes dias, ocupa o éter não pode deixar de oscilar entre o preocupado e o estarrecido.

 

Prolifera o ruído. Falta a substância.

 

Se não há mestres na palavra, que, em último caso, não faltem cultores do silêncio.

 

Sempre é menor o prejuízo quando se está calado.

 

Com muito pesar o digo, não temos uma classe dirigente à altura dos problemas nem à altura das soluções que se esperam.

 

Resta-nos a esperança. Quiçá a ilusão?

publicado por Theosfera às 16:21

Há gastos que são inadiáveis. E há despesas que deveriam ser evitadas.

 

Dizem que a cerimónia de inauguração de uma estrada vai custar cem mil euros.

 

Em tempo de crise, para quê este montante e porquê esta cerimónia?

 

Acrescentam que será uma cerimónia realizada como rigor e sobriedade. Oh se não fosse!

publicado por Theosfera às 11:45

«Para defender os outros, recorre à palavra. Para te defenderes de outros, nada como o silêncio».

Assim escreveu (pertinente e magnificamente) Winston Park. 

publicado por Theosfera às 11:41

A única diferença é que hoje é um dia em que nos apercebemos melhor das mentiras que nos são contadas.

 

Nos outros dias, é mais difícil darmos conta dos equívocos em que nos metem.

 

Ao menos, hoje esboçamos um sorriso. Já nos outros dias, vamos escondendo muitas lágrimas.

publicado por Theosfera às 11:01

Parece que estamos mais perto da Grécia e da Irlanda do que da Espanha.

 

Os nossos vizinhos não estarão bem, mas parecem aguentar-se melhor.

 

Já há um ano dava para ver o que estava para acontecer (cf. aqui). Agora, parece que vai mesmo acontecer.

 

Um tópico final.

 

Luxemburgo é um pequeno país cuja população trabalhadora é composta por muitos portugueses. Trata-se de um país próspero.

 

Não dá para ver onde está a diferença?

publicado por Theosfera às 10:59

Não é só a extrema-direita que cresce na Europa. Os partidos ecologistas também vão aumentando a sua influência. O que aconteceu nas eleições regionais na Alemanha é um poderoso sinal.

 

No primeiro caso, é o medo a gerar desconfiança. No segundo, é a consciência do que está em causa.

 

Já não é apenas o desenvolvimento que nos ocupa. É sobretudo a sobrevivência que nos preocupa. Cada vez mais.

 

A tendência para centrar atenções em temas específicos vai fazendo o seu caminho.

 

 

publicado por Theosfera às 10:53

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro