O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

Há sempre qualquer coisa a ligar o grande e o pequeno, o macro e o micro, o mais impactante e o aparentemente irrelevante.

 

Enquanto as ruas da Líbia se transformam em campos de batalha pela liberdade, numa modesta casa de Lisboa travava-se uma dramática luta pela vida, pela sobrevivência, pela dignidade.

 

A quantas portas se bateram. Quantas portas se terão fechado. Até que os limites foram ultrapassados.

 

Estiveram casados 62 anos. Alguém poderá dizer que não houve amor neste casal?

 

Mas nem sempre o amor consegue o milagre de suportar o outro. Ela tinha 89 anos e estava com Alzheimer. Ele contava 85 e, pelos vistos, não aguentou mais.

 

Matou-a e matou-se.

 

A sociedade só soube depois da tragédia. Ao longo do drama, ninguém apareceu. Ou ninguém quis saber.

 

Nas ruas da Líbia ou numa simples habitação, o problema é, basicamente, o mesmo: o outro pode chegar a ser insuportável.

 

Como é possível?

publicado por Theosfera às 09:46

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro