O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 29 de Janeiro de 2011

Há muitas aspirações na sociedade. Acontece que essas aspirações parecem parcelares. São aspirações que se atropelam, se sobrepõem e se anulam. São aspirações que colocam pessoas e grupos longe uns dos outros e até uns contra os outros.

 

As apirações dos políticos parecem distantes das aspirações dos cidadãos.

 

As aspirações dos gestores parecem distantes das aspirações dos trabalhadores.

 

As aspirações de uns trabalhadores parecem distantes das aspirações de outros trabalhadores.

 

Isto é visível particularmente nas greves e nas manifestações. Nestas, é raro encontrar ecos de apoio fora do âmbito de quem promove as greves e as manifestações.

 

Andamos atomizados, deslaçados. Sobram aspirações corporativas. Falta um desígnio nacional, um rumo colectivo, um sentido comum.

 

Ainda estamos a tempo de nos reencontrarmos como povo?

publicado por Theosfera às 20:42

Zubiri deixou, no seu magistério fecundo, um apelo fundamental.

 

A missão do pensamento é, antes de mais, apreender e não julgar.

 

O mais grave é que não falta quem julgue antes de apreender ou até sem apreender.

 

A humildade faz-nos trilhar todos os caminhos e percorrer todos os passos.

 

Hoje, os percursos do pensamento e sobretudo da informação são tecidos de julgamentos e adornados de preconceitos.

 

Eis uma tendência que importa corrigir. Eis uma tentação que urge superar. 

publicado por Theosfera às 20:35

Jesus proclama felizes os pobres, os que choram, os que têm fome e sede de justiça, os misericordiosos, os mansos, os pacíficos e os perseguidos.

 

Olhando para a prática das igrejas cristãs, há um sério exame a fazer. Em quem se inspiram?

publicado por Theosfera às 20:33

Prossegue o clamor de todo um povo pela sua libertação.

 

No Egipto, os mártires já são muitos. 

 

Só hoje, parece que foram mortas noventa pessoas.

 

A esperança está a ser regada com sangue.

publicado por Theosfera às 20:20

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro