O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 28 de Dezembro de 2010

Estes tempos, marcados pela egolatria, propendem a colocar o outro atrás e por baixo.

 

Ora, o segredo da convivência e o alicerce da amizade não vão por este (des)caminho.

 

O outro não pode ser visto atrás e por baixo. Nem sequer ao lado. O outro deve estar dentro.

 

Devo sentir o outro como fazendo parte de mim.

 

O outro não é inferior a mim. O outro é essencial para mim.

 

Só quando olhar o outro como uma parte de mim caminharemos na direcção de uma existência verdadeiramente solidária.

 

Só então o sonho de uma filadélfia (povo de amigos e de irmãos) poderá ganhar contornos de realidade.

publicado por Theosfera às 16:37

Na proximidade do fim do ano, há muitos corações timoratos com o fim do mundo.

 

Mas medo porquê? Era bom que houvesse um fim de mundo, um fim deste mundo, deste mundo de ódio, violência e vingança.

 

E que sobreviesse um outro mundo, de paz, concórdia e justiça.

 

Está nas nossas mãos acabar com este mundo e fazer nascer o mundo novo!

 

Formula desejos para o próximo ano. Sim.

 

Mas não deixes de formular desejos para o próximo dia, para a próxima hora, para o próximo instante.

 

Aposta tudo (e em plenitude) no momento que te é dado viver!

publicado por Theosfera às 11:28

Creio que terá sido Churchill, homem de língua afiada e pensamento fulminante, a dizer que as condecorações não se pedem, não se recusam e não se usam.

 

Há, no entanto, quem, além de não as pedir e usar, tenha a coragem de as recusar. E à frente de quem as atribui.

 

O caso passou-se no Brasil e dá que pensar.

 

O Bispo emérito de Limoeiro do Norte, D. Manuel Edmilson da Cruz, de 86 anos, recusou a Comenda de Direitos Humanos D. Hélder Câmara, entregue, no Senado Federal, a pessoas que se destacaram na defesa dos Direitos Humanos.

 

D. Edmilson disse que receber a Comenda seria «um desrespeito aos direitos humanos do contribuinte» por causa do aumento de 61% do salário que os parlamentares deram a si mesmos na semana passada.

 

«A condecoração hoje outorgada não representa a pessoa do grande D. Hélder Câmara. Desfigura-a. Sem ressentimentos e agindo por amor e por respeito a todos os Senhores e Senhoras, pelos quais oro todos os dias, só me resta uma atitude: recusá-la!», disse o bispo.

Para D. Edmilson, o aumento do salário recebido pelos parlamentares deveria ser na mesma proporção do aumento do salário mínimo e do aposentado.

 

«O aumento deveria observar sempre a mesma proporção que o aumento do salário mínimo e da aposentadoria. Isto não acontece. O que acontece, repito, é um atentado contra os Direitos Humanos do nosso povo».

Trata-se, sem dúvida, de um gesto de grande densidade profética e com um profundo alcance natalício. Ele respeita a iconografia do presépio pois está em linha com a simplicidade de Jesus.

 

Este bispo merecia a distinção. Contudo, recusou-a.

 

Ficou, porém, com a melhor condecoração: a do dever cumprido.

 

Como é refrescante a atitude de um homem livre!

publicado por Theosfera às 10:56

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9


22



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro