O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 20 de Agosto de 2010

O artigo de José António Saraiva, na página 3 do Sol, toca numa ferida muito grande da nossa actualidade.

 

Estamo-nos, sem dúvida, a terceiro-mundanizar.

 

Não há instituição que não passe por crise e crise profunda.

 

Sente-se a falta de um desígnio, de uma direcção, de um rumo.

 

Veja-se a publicidade. Não há criatividade. Há gritaria e pura exibição.

 

Precisamos de nos reencontrar. Com urgência.

publicado por Theosfera às 16:39

Sobejam palavras na defesa de interesses, de ambições, de intrigas.

 

Faltam palavras de coerência, de comunhão, de solidariedade, de harmonia, de justiça e de paz.

 

Faltam palavras que emprestem voz e unam esforços.

 

Faltam palavras que se façam eco das aspirações dos pobres, dos pequenos, dos infelizes.

 

Faltam palavras de profecia.

 

Faltam palavras que, em nome do Evangelho, digam o que tem de ser dito.

 

Faltam palavras que, em nome do Evangelho, amplifiquem o clamor do interior esquecido e abandonado.

publicado por Theosfera às 11:24

Sendo Jesus alguém tão distante do poder, há quem fique surpreendido pela proximidade que, por vezes, a Igreja manifesta em relação ao poder.

 

De facto, é estranho.

 

O seguimento de Cristo, neste caso, é muito claro: respeito e distância.

 

É melhor para todos. E assegura um capital de enorme importância: a liberdade para dizer o que tem de ser dito e para fazer o que tem de ser feito.

 

Uma Igreja de Jesus tem uma opção preferencial: pelos pobres.

 

Sempre.

publicado por Theosfera às 11:21

Tem pouco mais de 60 anos e está com um cancro no esófago.

 

Assume que «está a morrer».

 

Christopher Hitchens é um jornalista e intelectual conhecido pelo seu ateísmo militante.

 

Um dos seus livros fá-lo emparceirar com Richard Dawkins, Sam Harris e Michel Onfray na apologia do chamado novo ateísmo, o qual se destaca por uma inusitada acidez.

 

Para já, diz que ainda não reconsiderou a questão sobre Deus.

 

Constrange-me a notícia desta doença. Rezo pelo bem-estar deste irmão. Pois tenho a certeza de que Deus é para todos. Ainda mais para os que dizem não acreditar.

 

 

publicado por Theosfera às 11:13

A vergonha inibe, mas também protege.

 

São muitas as vezes em que deixamos de fazer algo de bom porque uma força nos tolheu.

 

Mas são igualmente bastas as situações em que não fizemos algo de mau porque uma força nos impediu.

 

Como sucede com tudo, um pouco de vergonha não faz mal.

 

Impressiona, com efeito, a falta de vergonha que paira sobre a sociedade.

 

Há cada vez menos vergonha de mentir, de enganar, de usar os outros, de incumprir, de agredir, de assaltar, de corromper, de caluniar, de difamar, de insinuar, de insultar, etc.

 

O pudor também é um valor.

 

Santo Agostinho, confessando os desmandos da sua juventude, disse que chegou a ter vergonha de não ser desavergonhado.

 

Campos e Cunha alerta para a ausência de vergonha que percorre a vida cívica.

 

«Há muita gente com vergonha da falta de vergonha que por aí impera».

 

É que, acrescenta, «a vergonha é um dissuasor de comportamentos sociais pouco éticos».

 

O problema é que, cada vez mais, o poder, em sentido lato, tende a ser dominado «por pessoas que não sentem nem têm vergonha».

 

O resultado não é bom. «É mau, mesmo muito mau, para a democracia e para todos nós».

publicado por Theosfera às 11:01

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15

22
24
27
28

30


Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro