O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 11 de Junho de 2010

Como assinalou Hans Küng, «todas as provas dos ateus mais eminentes chegam para tornar questionável a existência de Deus, mas não chegam para tornar inquestionável a não-existência de Deus».

 

Para van den Bosch, «não existe qualquer prova racional da inexistência de Deus. Não há senão convicções individuais e pressupostos. As ciências modernas não provam, em caso algum, que Deus não existe. Elas tentam explicar o mundo material de um modo puramente mecanicista, sem recorrerem à hipótese de um espírito criador inteligente, e postulam simplesmente que chegarão lá um dia, quando a ciência for acabada. O facto de conseguirem explicar certos fenómenos naturais, que se atribuíam outrora à intervenção divina, não constitui uma prova da sua inexistência, como puderam crer certos espíritos superficiais. Que o corpo do homem descenda de um antepassado do macaco e que não tenha sido directamente modelado por Deus não prova que o universo inteiro não tenha sido criado por um espírito, quer dizer, por Deus. Em geral, os ateus recusam a crença em Deus, como se fosse uma superstição primitiva e infantil. Mas as motivações psicológicas de uma crença nada provam contra a sua verdade. Eu posso acreditar devido a razões erradas e, no entanto, não me enganar».

publicado por Theosfera às 11:08

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13

26

27
28
29


Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro