O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 12 de Março de 2010

A palavra é para reproduzir o pensamento.

 

O problema é que, muitas vezes, vemos a palavra esconder ou abafar o pensamento.

 

A linguagem serve, muitas vezes, para ocultar ou para encobrir.

 

Temos, então, uma comunicação incomunicante. Raramente se diz o que se pensa. Frequentemente, diz-se até o contrário do que se pensa.

 

A propaganda usa muito esse artifício.

 

A palavra não pode ser apenas para dizer nem para ouvir. Tem de ser também para sentir, para viver.

 

Jesus, Palavra eterna de Deus, é o paradigma de uma comunicação englobante, que não recorre a artifícios.

 

Dá a impressão de que as técnicas de comunicação redundam, frequentemente, em estratégias de engano.

 

Urge reaprender, incessantemente, a autenticidade. Em tudo. Também na comunicação.

publicado por Theosfera às 10:58

 

De Olegario González de Cardedal retive um conselho que sempre considerei sábio e sumamente prudente: o teólogo tem de conciliar a complexidade da inteligência e a simplicidade do coração.
 
Os místicos conseguem dizer o mesmo que os teólogos. Não com igual respaldo conceptual. Mas, seguramente, não com menor fulgor.
 
Quem lê Xavier Zubiri (e sobretudo a sua declaração de que «o Homem é a maneira finita de ser Deus» ou a sua tese de que «Deus não é transcendente ao Homem mas transcendente no Homem) fica, à primeira vista, um pouco baralhado, quiçá confundido.
 
Mas Isabel da Trindade, por exemplo, tem várias circunlocuções destas frases. Diz o mesmo por palavras diferentes.
 
Reparem neste pensamento: «Encontrei o Céu na Terra porque o Céu é Deus e Deus está dentro de mim».
 
Ou nesta confissão: «Deus em mim e eu n'Ele: é a minha vida!».
 
A uma pessoa amiga confidenciou: «Pouco a pouco a alma habitua-se a viver na Sua doce companhia, começa a compreender que traz em si um pequeno Céu em que o Deus do amor fixou a Sua morada».
publicado por Theosfera às 09:40

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro