O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 13 de Fevereiro de 2010

Neste tempo de horizontes estreitos, é fundamental que alarguemos o olhar.

 

O bem que se pratica vale muito mais que o mal que, eventualmente, se defenda.

 

O mal não tem força para obscurecer o bem. O bem é que, com a sua luz, supera o mal.

 

Quem pratica o bem (seja quem for) só pode ser inspirado por Deus.

 

Não vejo Deus longe de quem ama o próximo, de quem dá a sua vida pelos mais débeis.

 

Quanto a juízos, deixemo-los para Ele, para Deus.

 

Se tanta coisa nos afasta, por que não valorizar o que nos aproxima?

 

O Evangelho deste Domingo é contundente: «Ai de vós quando todos vos elogiarem».

 

Ninguém é perfeito. Mas, mesmo nas nossas imperfeições, há uma imensidão de bem semeado.

 

Discutamos todas as opiniões. Mas não deixemos de reconhecer o que a realidade nos mostra.

 

Muita paz no Senhor. Uma santa noite para todos.

 

 

publicado por Theosfera às 21:28

Bento XVI visitará, amanhã, as instalações da Cáritas diocesana de Roma, situadas na estação ferroviária central da capital italiana (Termini). O encontro começará às 9h00 (hora de Lisboa).

 

A deslocação do Santo Padre adquire um significado especial por se realizar no início do Ano de Combate à Pobreza e à Exclusão Social, promovido pela União Europeia em 2010. Durante a visita, Bento XVI encontrar-se-á espiritualmente com todos os carenciados do continente.

publicado por Theosfera às 21:26

As presidenciais já mexem e há nomes a saltitar.

 

Hoje, alguém alvitra a possibilidade de o Dr. Fernando Nobre, fundador da AMI, avançar.

 

Como é óbvio, não vou tomar partido em questões políticas.

 

Só tenho a dizer que o Dr. Fernando é mesmo nobre. É um enorme ser humano, um homem compassivo, sempre de mala feita para socorrer quem precisa.

 

Trocou a carreira e sacrificou até a família pela causa da humanidade sofredora.

 

É alguém que não vem dos partidos. É alguém que emerge da sociedade civil, da solidariedade, da tolerância, da compaixão, da dedicação aos outros.

 

Credenciais não faltam ao Dr. Fernando Nobre. É um homem bom. Como precisamos de bons! Na política. Em toda a vida!

publicado por Theosfera às 15:57

Nada faças que possa irritar o teu irmão.

Pacifica a tua linguagem.

Modera os teus sentimentos.

Dulcifica a tua sensibilidade.

Sê paz!

 

publicado por Theosfera às 14:46

Procuro não alimentar tabus, mas há assuntos sobre os quais entendo que o melhor é nada dizer. Não é por medo. É apenas por respeito, por gratidão, por amizade. Porque acerca de certas pessoas é o que quero que prevaleça: o meu imenso reconhecimento. 

 

O sentido de gratidão que me acompanha jamais me autoriza a pronunciar-me sobre certas figuras, a quem muito (mesmo muito) devo.

 

Nos últimos dias, voltei a ouvir falar de uma possível investigação à obra de Andrés Torres Queiruga. Há quem fale de uma eventual condenção da mesma.

 

Sobre muitos assuntos, toda a gente sabe que penso diferente, embora nunca tivéssemos tido nenhuma polémica. As nossas conversas foram sempre muito fraternas, muito amigas, muito serenas.

 

O Prof. Andrés Torres Queiruga ajudou-me imenso nos meus estudos. Fê-lo não apenas com sentido profissional, mas com muita amizade e enorme calor humano.

 

Aliás, quando eu me dirigia a ele como rev.mo senhor Prof. Torres Queiruga, ele respondia-me logo: Não, João, apenas Andrés.

 

Os seus mails começavam sempre por querido João. Comecei, por isso, a retribuir-lhe (embora com algum estremecimento) com querido Andrés.

 

E, como as mães nunca se enganam, tenho o testemunho da minha querida Mãe, ela mesma desvanecida com a delicadeza com que o grande teólogo se lhe dirigia. É, realmente, alguém com uma grandeza de alma e uma dimensão humana dificilmente igualável.

 

Em figuras com o seu estatuto, não é habitual divisar-se tamanha sensibilidade e simplicidade.

 

O seu pensamento é certamente discutível. Ele sabe-o melhor que ninguém. Mas a sua qualidade como pessoa resiste a qualquer prova.

 

É um homem que fala, que pensa e que sente. Que se entusiasma e que entusiasma.

 

Como pessoa, haverá certamente igual. Não conheço, porém, ninguém melhor.

 

Há muita gente grande. Mas há poucos que saibam ser grandes. Andrés consegue ser luminosamente simples na sua grandeza.

 

Não paira lá do alto. Acompanha. É mestre. Sabe ser amigo.

 

Por isso, jamais me ouvirão uma palavra crítica acerca de Andrés Torres Queiruga. Espero que compreendam que a amizade admite excepções.

 

Sei que Aristóteles disse ser amigo de Platão, mas mais amigo da verdade. Cem por cento de acordo. Mas a minha devoção pela verdade é inseparável da fidelidade que devo a quem sempre me ajudou e encorajou.

 

Há muito que não falo com Andrés. Nunca se apagará, em mim, a dívida de gratidão que tenho para com ele. É impagável: o que ele fez e o modo como o fez.

 

Rezo para que tudo se esclareça. Sei que tudo vai acabar bem. Entre irmãos na fé é sempre muito mais aquilo que une do que aquilo que separa. 

publicado por Theosfera às 14:22

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9

15




Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro