O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 23 de Junho de 2013

Com a crise sofremos. Mas também podemos aprender.

Na actual conjuntura, vai-se desenhando (embora timidamente, para já) um pensamento alternativo.

Não falta quem proponha o decrescimento, e não o crescimento, como via de solução. Há quem defenda o «poder do menos». Afinal, não será impossível mais (ser) com menos (ter).

Saint-Exupéry assinalava que «o amor é a única coisa que cresce à medida que se reparte».

Talvez ainda haja toneladas de egoísmo a emperrar o nosso caminho na história.

Estaremos, finalmente, a enxergar a luz que nos vai tirar do fundo do poço?

publicado por Theosfera às 08:55

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro