O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 22 de Junho de 2013

A estrada da vida é curvilínea, acidentada e, por isso, surpreendente.

Gostaríamos, sem dúvida, que o caminho da existência fosse em linha recta. Que nele víssemos tudo claro e à distância.

Mas, como dizia Ruy Belo, «ao templo não se vai directamente».

A Deus chegamos mesmo quando parece que nos afastamos.

Para Deus subimos ainda que pareça que desçamos.

Atenção aos caminhos menos óbvios, às quedas e aos recuos.

A longo prazo, tudo fará sentido. Não olhemos só para o instante nem nos fixemos no momento seguinte.

Busquemos uma luz que nos faça ver mais longe.

E não desbaratemos o mais precioso capital com que o Criador nos obsequiou: a paciência.

Na paciência está o parto da inteligência!

publicado por Theosfera às 22:59

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro