O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 11 de Junho de 2013

Começámos a ser um país de imigrantes. E voltámos a ser um povo de emigrantes.

Se a imigração é um fenómeno relativamente novo, a emigração é um facto que julgaríamos ultrapassado. Mas, pelo que dizem, nos últimos anos, a vaga das pessoas que saem está a igualar as cifras das décadas de 60 e 70.

Só nos últimos dois anos, terão deixado Portugal cerca de 200.000 cidadãos. Se nos reportarmos ao início da crise (2008), esse número ascenderá a meio milhão.

Acresce que a percepção que tenho é que a maior parte destas pessoas não tenciona voltar.

A vida não está fácil lá fora. Mas está a tornar-se cada vez mais difícil cá dentro.

Se um país não consegue fixar os seus nativos, terá de repensar a sua existência.

É fundamental ser solidário com quem sofre. E é prioritário não ser fonte de sofrimento para ninguém!

publicado por Theosfera às 09:56

De Anónimo a 11 de Junho de 2013 às 18:01
Mas infelizmente, este País só está a ser um paraíso para alguns, e poucos.....Todos sabemos quem são. Mas, como diz o povo, não há bem que sempre dure nem mal que não acabe. Não percamos a Esperança, nem a confiança.


mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro