O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2010

Falta sol no céu. Falta o Sol nos quiosques.

 

Enquanto as nuvens tapam o sol, as máquinas vão imprimir uma  nova edição do Sol.

 

Fala-se, portanto, muito do Sol.

 

Mas não é entusiasmante o ambiente.

 

Precisamos de uma nova esperança.

publicado por Theosfera às 13:59

De António a 12 de Fevereiro de 2010 às 15:12
O problema não é o Sol. É o que possa estar escondido.Mas só num país surreal como Portugal é que é possível manter-se um Primeiro- Ministro publicamente acusado de ter forjado as suas habilitações literárias,de ter modificado a respectiva declaração na A.R., de ter assinado projectos sem estar devidamente habilitado, de estar envolvido em vários escândalos,de querer controlar a comunicação social, e de não se demitir ou ser demitido.E onde estão as palavras contundentes de Mário Soares e de Manuel Alegre ? Onde está a palavra rápida de António Victorino ? A resposta é muito fácil de dar: estão calados porque fazem todos parte da mesma agremiação política e só se lembram da ética quando os visados são os outros...

De Theosfera a 12 de Fevereiro de 2010 às 16:15
Há muita gente que se espanta quando se defende o primado da consciência. Quando o primado é o interesse e a corporação, está tudo invertido. Tenho saudades dos anos 60 e 70. E tenho muita esperança em muita gente que está a despertar. E que, teimosamente, acredita nos valores. Não serão muitos. Mas, embora poucos, são os bastantes para interpelar.
Uma vez mais, muito obrigado, bom Amigo.
Deus o abençoe.

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9

15




Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro