O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 25 de Maio de 2013

Muita gente se espanta ao notar como, por vezes, as piores ideias encontram maior aceitação que os melhores ideais.

De facto, as pessoas mais dotadas, recorrendo aos argumentos mais primorosos, não conseguem convencer o vulgo.

Não raramente, o medíocre é mais popular. Temos de nos vergar à realidade.

Os melhores argumentos são brilhantes, mas podem não bastar. Eles dependem não só de quem os emite, mas também de quem os escuta.

E já avisava Vergílio Ferreira: «Não há argumentos que bastem para a segurança de uma adesão. O último argumento somos nós. E esse é decisivo».

Por isso é que somos sujeitos. Logo subjectivos, como lembrava Alçada!

publicado por Theosfera às 11:37

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro