O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 17 de Maio de 2013

Apesar da fama de tolerante, Rodrigo da Fonseca foi deveras contundente no leito da morte: «Nasci entre brutos, vivi entre brutos e morro entre brutos».

Só pode ser uma frase «brutal», talvez cravada de mágoas e povoada de ressentimentos.

A época em que viveu (séculos XVIII e XIX) foi recheada de confrontos, que ele sempre procurou mediar.

Daí a diferença que, porventura, tenha querido marcar.

Um conhecido sociólogo também qualificou o nosso momento como «brutalismo político».

De facto, já chega de «brutalidade». A política e a cidadania merecem melhor.

Sem querer ser dengoso, diria que precisamos de alguma suavidade e de muito decoro!

publicado por Theosfera às 11:03

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro