O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 13 de Abril de 2013

O Padre António Vieira tem sido alvo dos mais superlativos encómios.

O mais conhecido pertence a Fernando Pessoa quando o qualificou como «imperador da língua portuguesa».

Mas o mais inesperado terá sido assinado, talvez, por José Saramago: «A língua portuguesa nunca foi mais bela do que quando a escreveu esse jesuíta».

Alguém dissente?

publicado por Theosfera às 16:29

De Maria da Paz a 16 de Abril de 2013 às 00:22
Rev.mo Senhor Doutor:
Não consigo perceber por que razão este Santo Jesuíta não está canonizado. Faz-nos falta a sua canonização: é um exemplo luminoso.
Afectuosamente,
Maria da Paz


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro