O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 11 de Abril de 2013
A dois dias de se completarem os primeiros trinta dias do novo Papa, já se fazem análises à guisa de balanço.
O pontificado ainda está a começar e não falta quem dele fale como se já tivesse terminado.
Uns garantem que ele vai mudar tudo. Outros asseguram que ele não vai mudar nada.
Há quem, em vez de interpretar, se aproprie das palavras e dos gestos do Papa. Até parece que pastores são todos menos o Papa.
No fundo, há muitos projectos para a Igreja, o que pode ser saudável. Mas o mais importante é acolher o projecto da Igreja.
O carisma do sucessor de Pedro é, acima de tudo, confirmar os cristãos na fé (cf. Lc 22, 32).
É caso para dizer: demos tempo ao tempo e demos tempo ao Papa.
Muitos arquétipos vão ser desmontados. Muitos preconceitos vão ruir. E muitas surpresas vão seguramente acontecer!
publicado por Theosfera às 10:03

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro