O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 03 de Abril de 2013

Apesar da prosperidade da incerteza, ainda vamos sabendo em que lugar estamos. O mais difícil é perceber em que época nos encontramos.

Alvin Toffler achava que «somos a última geração de uma civilização velha e a primeira geração de uma civilização nova». Mas onde está esta civilização nova?

Zygmunt Baumann, que vai estar entre nós no próximo sábado, entende que «há um velho mundo prestes a morrer, mas o novo mundo ainda não nasceu».

Vergílio Ferreira notava que «a História é feita de intervalos».

Baumann observa que «vivemos num tempo de suspensão onde tudo pode acontecer».

Quero crer que, como vaticina Obama, «o melhor ainda está para vir»!

publicado por Theosfera às 22:09

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro