O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 08 de Março de 2013

Estamos em plena era da comunicação. Mas, às vezes, fico na dúvida se não estaremos sobretudo na época do ruído.

Tudo se assinala com sessões solenes, com discursos solenes.

Até parece que ninguém gosta de guardar a palavra.

Palavra que chega ao pensamento é palavra imediatamente despejada pelos lábios.

Esquecemos que a palavra também é importante quando não é dita. Esquecemos que a palavra também tem valor quando é sugerida, alvitrada, intuída.

Que tal começar a ouvir também aqueles que não falam?

publicado por Theosfera às 10:56

De Anónimo a 9 de Março de 2013 às 17:17
Cada vez admiro mais as pessoas silenciosas, que têm o culto do silêncio. Parcas e moderadas nas palavras, mas não embusteiras, manhosas, simuladas. Que usam o silêncio como uma máscara.

De Evágrio Pôntico a 9 de Março de 2013 às 22:02
Senhor Padre João, tem toda a razão. Porém, a gente da política domina tudo, condiciona tudo através da palavra prolixa, inútil, fútil, inconsequente e enganadora...

É preciso dar voz aos que não têm voz, aos pobres de espírito, que albergam no coração o desejo da Justiça e da Verdade. Mas que são trucidados e amordaçados pelos profissionais da mentira e da demagogia...

Alguma vez reinará neste mundo a límpida Verdade e a autêntica Justiça...?!


mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro