O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2013
 
É um texto pequeno, mas merece uma atenção muito grande.
O texto onde o Papa anuncia que renuncia ao «ministério de Bispo de Roma» diz muito sobre Bento XVI e sobre o que ele pensa acerca da Igreja e da função que está quase a deixar.
Trata-se, pois, de um concentrado de doutrina e de uma preciosa condensação de espiritualidade. Assim, fica claro que para ele:
1) O papado é um ministério de natureza espiritual: «governar a barca de S. Pedro e anunciar o Evangelho»;
2) O exercício deste ministério tem uma componente institucional (obras e palavras) e uma componente mística (sofrimento e oração); isto configura uma valorização do testemunho do seu imediato antecessor, João Paulo II;
3) O referido exercício do ministério de papa (na sua dupla componente institucional e mística) requer vigor no corpo e no espírito;
4) Na actualidade, tem havido transformações no mundo e mudanças na pessoa do Papa;
4.1 - As transformações em curso no mundo colocam «questões de grande relevância para a vida da fé»;
4.2 - As mudanças na pessoa do Papa, sobretudo as determinadas pelo avanço da idade, levam-no a ter a certeza de que «já não tem forças para exercer adequadamente o ministério de Pedro»; daí que conclua pela «incapacidade» para exercer, «em boa forma», tal ministério;
5) A consciência, que o Concílio Vaticano II considerou o «santuário secreto», foi a instância que o guiou neste exame e o levou a esta conclusão;
6) Cessa o ministério, mas não termina a missão; vai continuar a servir a Igreja «com uma vida dedicada à oração».
E assim se fez história.
A oração é o berço, o alimento e o corolário da missão.
Tudo começa na oração. Tudo deve decorrer na oração. Tudo há-de encontrar a plenitude na oração!
 
publicado por Theosfera às 14:03

De Anónimo a 12 de Fevereiro de 2013 às 15:19
Finalmente aberto o caminho para o Concílio Vaticano III.

De Vasco Borges a 13 de Fevereiro de 2013 às 03:12
Se essa for a vontade de Deus.

De Anónimo a 13 de Fevereiro de 2013 às 19:20
Tantas vezes torpedeamos a vontade de Deus.


mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro