O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2013

Faz hoje vinte anos.

16 de Janeiro de 1993. Uma data que jamais esquecerei. Um dia que ficou marcado por um turbilhão de emoções. Um dia em que pude presenciar a dor de muitos e o amor solidário de tantos.

Na manhã fria deste dia, muitas pessoas foram desalojadas em Camarate. Algumas senhoras ficaram na rua com bebés e crianças nos braços.

Nesse dia, houve encontro de jovens na Paróquia de S. João de Brito.

A oração começou a motivar-nos para a missão. Sentíamos que tínhamos de fazer alguma coisa. E fez-se.

Os jovens puseram-se em campo. Fomos ao local. Trouxemos um autocarro cheio de desalojados. Ficaram nas instalações da paróquia durante várias semanas.

E foram eles, os jovens, que mobilizaram toda a comunidade (crentes e não crentes).

Durante dias, ali estiveram junto de desconhecidos que depressa passaram a ser tratados como irmãos.

Toda a gente colaborou com comida, com roupa, com carinho.

O sorriso humedecido em lágrimas foi o mais belo gesto de gratidão que registámos.

Sei que os jovens de S. João de Brito (hoje adultos) ficaram marcados para sempre.

Eu também fiquei marcado. Pela generosidade imensa que eles mostraram.

Houve quem faltasse ao emprego e às aulas para não faltar à solidariedade.

Assim se escreveu a palavra FÉ a letras de ouro no coração de muitos!

publicado por Theosfera às 00:15

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro