O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009

Vai alta a polémica em torno de Saramago, das suas declarações e do seu último livro.

 

É claro que, como crente, também me fere ver um texto bíblico apodado de Livro dos Disparates.

 

Mas há um tópico que pode pretextar um frutuoso diálogo (no fundo, o que mais deveria interessar-nos).

 

É quando o Autor diz que «a história dos homens é a história dos seus desentendimentos com Deus (por favor, Saramago, não grafe Deus com minúscula): nem Ele nos entende a nós, nem nós O entendemos a Ele».

 

É impossível não ver aqui um fundo autobiográfico, mas o que ressalta é a relação.

 

E, depois, é preciso ver que, para escrever (e ter sucesso na escrita), Saramago vai bater à porta de Deus, da Bíblia, da Igreja.

 

Ele é, pois, um interlocutor.

 

O seu azedume é que causa espécie. Creio que, para tal azedume, haverá muitas razões para lá daquilo que tem sido dito ou escrito.

 

Serenidade, paz e elevação é o que desejo.

 

Apelo, uma vez mais, para Miguel de Unanumo: «Nada nos une tanto como as nossas discordâncias».

publicado por Theosfera às 11:14

De Maria da Paz a 21 de Outubro de 2009 às 11:44
Rev.mo Senhor Doutor:
Muito bem-haja pelas suas palavras esclarecedoras, cheias de iluminação e de bom senso.
Felicito V. Rev.ª por ter pedido a Saramago mais respeito para com o Santíssimo Nome de Deus.
Se não é por Deus (dado que ele é «um ateu tranquilo»), que seja em nome dos direitos humanos - respeito para com todos os Cristãos. Direitos humanos que Saramago tanto apregoa, mas nos quais tem falhado em (quase) toda a linha durante a vida. Incoerência de que não se dá conta: problema da 'trave nos próprios olhos'.

«Serenidade, paz e elevação é o que desejo.»
Estas palavras dão a medida da Alma de eleição que é V. Rev.ª
Afectuosas saudações.
Maria da Paz


mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14




Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro