O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 06 de Janeiro de 2013
Estamos aterrados na era das especialidades. O conhecimento surge cada vez mais segmentado, fraccionado, desligado.

É assim que as empresas são para os empresários, para os gestores. É normal.

Mas já não falta quem pense que outro tem de ser o caminho. As especialidades não podem, elas mesmas, descurar as generalidades, a universalidade.

De Zubiri foi dito que era «especialista no geral».

Há empresas, na Dinamarca por exemplo, que estão a contratar especialistas não apenas no saber específico, mas também no saber global.

Os filósofos parece que estão a ter uma grande saída.

Na hora em tudo se fragmenta e aparenta estilhaçar-se, eis que se sente uma imperiosa necessidade de religar saberes, instituições e pessoas!
publicado por Theosfera às 23:34

De Anónimo a 8 de Janeiro de 2013 às 00:57
Não se pode ser um bom especialista sem que, primeiramente, se seja um bom generalista. Talvez um dos grandes erros da nossa sociedade seja esse mesmo.Temos muitos especialistas com poucos conhecimentos gerais.É um conhecimento enclausurado, murado, emparedado.


mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro