O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 05 de Janeiro de 2013

Do alto dos seus 104 anos, Manoel de Oliveira acumula um capital de experiência que muito poucos podem igualar.

Daí que se preste acrescida atenção ao que ele diz, à guisa de oráculo.

Num jornal deste dia, afiança que «admira os santos, muito mais do que os revolucionários».

Talvez porque os santos começam pelo mais difícil: por mudar a sua (própria) vida!

publicado por Theosfera às 23:21

De Maria da Paz a 6 de Janeiro de 2013 às 00:25
Rev.mo Senhor Doutor:
E quer V. Rev.ª maior revolução do que a de mudar a própria vida?!
Todos os Santos foram revolucionários, santamente revolucionários, no sentido em que transformaram a sua própria vida e a de outras pessoas no caminho do Bem, da Verdade, e da Virtude: o caminho para o Sumo Bem.
Grande Manoel de Oliveira: um monumento humano à Sabedoria!
Afectuosamente,
Maria Irene


mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro