O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 05 de Janeiro de 2013
«Perdigão perdeu a pena. Não há mal que lhe não venha».

Palavras do nosso maior vate. Palavras que se aplicam ao momento que vive o Sporting.

De há uns tempos para cá, cada decisão parece agravar a situação.

Com Domingos, o clube não esteve bem. Com Sá Pinto não conseguiu melhor. Oceano não teve tempo para muito. Vercauteran já teve algum tempo para mostrar muito pouco.

Percebe-se a angústia do adepto. Dir-se-ia que talvez como nunca o nome se mostrou tão ajustado: Sporting Clube de Portugal. De facto, a situação do clube tem muitas semelhanças com o momento que vive o país.

Era bom que meditasse com ponderação. Um clube que já despediu Bobby Robson e José Peseiro e que recusou José Mourinho tem motivos para repensar a gestão.

Esta é mais uma noite agitada. Devia ser uma noite serena. A mudança requer serenidade!
publicado por Theosfera às 21:14

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro