O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

Falamos muito de amor, mas o problema é que, quase sempre, pensamos no poder.

 

Ora, o poder cria rivalidades e gera clivagens. O outro tende a ser visto como adversário a controlar e alvo a abater.

 

A Igreja é chamada a ser a casa do amor e a morada das esperança.

 

Ela não pode ser a aliada dos poderes, mas o porto de abrigo das vítimas e dos esquecidos do poder.

 

Senhor, que a Tua Igreja nos encaminhe para Ti.

publicado por Theosfera às 22:37

De António a 28 de Janeiro de 2010 às 23:15
Cristo esteve sempre no Contra- Poder. Por isso foi Crucificado. Aliás, continuou a sê-lO, no genocídio dos cátaros, nas fogueiras dos herejes, no holocausto dos judeus, no extermínio de Pol Pot ,na loucura do Ruanda, no campo de concentração da Palestina...


mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro