O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 27 de Novembro de 2012

Eis o Orçamento que nos vai acompanhar no próximo ano.

Eis o Orçamento que praticamente ninguém quer, mas que todos vamos ter de suportar.

Alguns aprovaram-no desagradados. Muitos outros, os cidadãos, vão ter de o cumprir, contrariados. Dizem que a situação não oferece alternativas. Mas será que alguém as procurou?

Estamos num momento bizarro da nossa vida colectiva. Temos um documento contestado até por aqueles que o aprovaram.

Iremos sair da crise com um Orçamento que tem tudo para nos afundar (ainda mais) na crise?

Fala-se da necessidade de refundar o Estado. Mas o que se vê é mais reafundar do que refundar. Como vamos desatar este nó em que nos amarraram e que ameaça degolar a nossa alma?

O que uns fazem não é suportável. O que outros dizem não parece exequível.

As nuvens tingem de cinzento as tardes já, de si, sombrias.

E lá vem o estribilho: «Temos de aprender a viver com menos». Mas isso já o andámos a fazer deste há muito.

Para alguns, menos que pouco é nada. E com nada nem sobreviver se consegue!

publicado por Theosfera às 19:14

De Evágrio Pôntico a 27 de Novembro de 2012 às 17:18
É o resultado de termos na governação gente sem valores nem princípios, desde o PR ao PM, deputados, autarcas...

A maioria desta gente só pensa em honrarias e mordomias, nunca trabalhou verdadeiramente, não conhece o País real, congemina leis iníquas nos seus gabinetes aveludados, entrega a sua realização (?!) o a sociedades de advogados que as burilam no interesse das classes dominantes.
As leis que "fabricam" visam extorquir o cidadão comum, o Zé Povinho, trabalhador e honrado, que com o seu suor tem de alimentar as vaidades e luxos de toda essa fauna imensa de políticos parasitas…!

Quão longe vão os tempos em que as leis eram feitas por homens maduros e sensatos, que conheciam bem os seus compatriotas e as suas dificuldades, e legislavam com critério e justiça... ! Eram patriotas abnegados, que serviam e amavam o seu País e as suas gentes !
Mas hoje, infelizmente, o que temos são políticos incompetentes, medíocres, incultos, corruptos, a maioria maçons, que prestam adoração ao deus mamon, esquecendo-se do verdadeiro Deus! E que justiça podemos esperar desta corja, se até o presidente do STJ é declaradamente da maçonaria …?!

Os políticos que infelizmente pululam em Portugal são gente sem formação moral (e nem falo da religiosa...!), sem princípios, nem valores. São estas gerações sucessivas de políticos corruptos as causadoras da chamada crise que assola e afunda o Portugal de hoje !
Enquanto tais políticos se mantiverem no poder, enquanto a pérfida maçonaria com as suas garras nojentas tiver o domínio das consciências, não haverá esperança para Portugal !

Só haverá uma luz para os Portugueses se, com toda a devoção, se entregarem aos Corações de Jesus e Maria. Só Eles podem salvar o nosso País !


mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9



26


Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro