O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

Num tempo em que tudo muda, a fé também mudará?

 

Sim. Sem dúvida.

 

Tem de ser mais forte.

publicado por Theosfera às 16:25

De António a 26 de Janeiro de 2010 às 20:55
Eu mudei a minha Fé. E dessa mudança conheci verdadeiramente Deus. Bondoso, Amável, Generoso, Afável, Manso,Doce,Suave, Subtil. Todo Poderoso mas que nunca usou ou usará o Seu Poder para magoar ou ofender, sómente para servir a causa dos seres que criou. Deus que ama todos os Seus filhos por igual, desde o mais santo ao mais pecador.Que se entristece com as nossas dores e com a existência do Mal. Mas que, em nenhuma circunstância, nos invectiva ou ameaça. Que nos conferiu a faculdade do livre arbítrio e o inferno do remorso. E que, através deste temporário purgatório existencial, nos deu a possibilidade de caminharmos até Ele. Deus que nos ama infinitamente a todos, sem excepção. Que nos deseja a todos no Céu espiritual em que habita. Deus que nos abençoou a todos com a vida eterna. Que nos fala ao coração.Mudei a minha fé e só tenho pena que concepções teológicas desviantes,que adulteram o Deus do Sentimento, ainda consigam soterrá-Lo da nossa vista e do nosso coração...

De Nova Evangelização C. a 27 de Janeiro de 2010 às 02:57
Caríssimos Irmãos:

Desculpem, mas a verdadeira Fé (cristã) nunca deve «mudar»...
Pode e deve aumentar, melhorar, mas não propriamente mudar.
Aliás, assim como as virtudes teologais: Fé, Esperança e Caridade.
Aliás, assim como o amor a Deus - acima de tudo e de todos, absolutamente - e o amor ao próximo tanto ou mais do que a nós mesmos.
Aliás, assim como as demais virtudes e boas obras cristãs, etc...

Jesus, quando os Seus discípulos temeram, hesitaram, perante o furor da tempestade no mar, criticou-os fortemente - ao ordenar o término da borrasca - não tanto por terem uma fé falsa ou errada - só há uma Fé verdadeira, assim como uma só Verdade e uma só Igreja -, mas por terem realmente muito 'pouca Fé' (em Deus, através do próprio Senhor Jesus).

Portanto, aqueles que, ao tornarem-se dissidentes ou rebeldes -- nomeadamente através de sacrilégios e heresias, em relação à Doutrina e ao Magistério da Igreja, estes fundados a cem por cento nas Sagradas Escrituras --, alegam, falsamente, que "mudaram a sua fé" (essa fé 'mudada' não é verdadeira fé, de modo nenhum, nem sequer talvez já o seria antes, que de contrário não mudá-la-iam), estão a mentir e a confundir os demais, são falsos cristãos ou falsos católicos, e portanto plenamente auto-excomungados, ainda que indevidamente encobertos ou tolerados, como tragicamente há tantos por aí, inclusivamente muitos clérigos e alguns 'teólogos', que de verdadeiros teólogos nada têm, mas apenas cultivam falsas ou vãs filosofias, constituindo estas a pior armadilha e desgraça da maioria dos padres e religiosos cristãos e católicos actuais...
Tais filosofias (tantas vezes diabólicas!) deveriam, pois, ser radicalmente proibidas nos seminários, mesmo aquelas consideradas de 'inspiração cristã' (como as de S. Tomás de Aquino e de Santo Agostinho), ou então serem substituídas pela 'psicologia genuinamente moral e cristã' - e jamais pelas psicologias profanas (pseudo-científicas), que também tanto mal fazem (ou mais mal do que bem) na actual sociedade secular e religiosa que temos, a começar pelas de 'deseducação sexual' e pelas 'abortistas', ainda piores do que as 'homossexualistas'...

Enfim, tudo o que não seja cem por cento cristão, assim como do âmbito puramente moral e espiritual, deveria ser expressamente proibido, a começar nos seminários e a acabar nas ordens e institutos religiosos, passando pela catequese e pela EMRC...
Basta de ciências e humanidades mundanas, humanistas (racionalistas), profanas, anticristãs, todas elas atentatórias da Lei de Deus e da própria Natureza!...

+ Deus super omnia!

Em Cristo, por Cristo e com Cristo, através de Maria Santíssima,
J. Mariano
--

De António a 27 de Janeiro de 2010 às 20:28
O José Mariano só manda na sua própria consciência. Na minha, só obedeço aos ditames do Deus que me fala ao coração...

De Anónimo a 27 de Janeiro de 2010 às 21:43
Caro Mariano, será essa a vontade de Deus? Ele que é todo, Bondade, Misericórdia, Compreensão e Amor?


mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro