O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

As coisas são o que são e não há nada a fazer.

 

Certo? Errado.

 

É claro que, quase sempre, as coisas seguem o seu curso. E este curso reveste, na maioria das vezes, um rosto desolador.

 

Mas o impossível também acontece. O impossível também se desmente e acaba por tornar-se possível.

 

Quem diria, por exemplo, que Paulo iria transformar-se de perseguidor feroz de Cristo em apóstolo apaixonado de Cristo?

 

É por isso que pior que o fracasso é a desistência.

 

Podemos perder uma vez ou até muitas vezes. Mas não deixemos de acreditar. Nunca.

publicado por Theosfera às 10:57

De António a 26 de Janeiro de 2010 às 20:42
S. Paulo mereceu a Santidade. Andou pelos caminhos do Mal mas arrependeu-se e converteu-se ao Bem. A radicalidade que o levou a estar presente no apedrejamento de Santo Estêvão e a censurar S. Pedro, levou-a até às últimas consequências do seu martírio...


mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro