O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 24 de Janeiro de 2010

O Santo Padre pediu, hoje, unidade a todas as Igrejas cristãs porque «a comunhão dos cristãos torna mais credível e eficaz o anúncio do Evangelho».

 

Bento XVI recordou ainda a figura de S. Francisco de Sales, patrono dos jornalistas e da imprensa católica, que relacionou com a mensagem enviada, no sábado, a todos os sacerdotes para que difundam o evangelho através da Internet.

 

Na mensagem de sábado, por ocasião do 44.º dia mundial das comunicações sociais que a Igreja católica assinala a 16 de Maio,Sua Santidade pediu aos sacerdotes que utilizem as possibilidades da Internet, mas «com sabedoria».

publicado por Theosfera às 16:25

De Sónia TEixeira a 24 de Janeiro de 2010 às 16:36
Bento XVI precisa saber que já há muito tempo um senhor padre a utiliza com GRANDE SABEDORIA! O Theosfera é esse exemplo!

Sónia


De Theosfera a 24 de Janeiro de 2010 às 18:52
Bondade sua, Sónia. Tudo isto é muito simples e frugal. Só me mantenho por aqui pela muita estima que me merecem os Amigos. Bento XVI nem sabe que eu existo. Mas também não é preciso. Estou completamente unido a ele e ao magnífico trabalho que tem feito.
Abraço em Cristo para si, para o Francisco e para o Francisquinho.

Que Nosso Senhor a todos abençoe! Feliz semana...com Ele!~
João António
padre

De António a 24 de Janeiro de 2010 às 16:55
Não há visões unânimes no Cristianismo e ainda bem.É sinal que Deus nos dotou de singularidade no acto de reflectir e de pensar. A unidade das igrejas cristãs só pode ser feita em relação ao essencial da Doutrina de Cristo porque,em várias questões teológicas, as visões interpretativas diferem. Hoje,andei a estudar a temática das supostas aparições de La Salette e de Lourdes e, do que li ,fiquei estarrecido. A alegada 5ª profecia de Lourdes desacredita totalmente que Nossa Senhora lá tenha aparecido. Basta lê-la para se concluir que nem ocorreu,nem Nossa Senhora viria à Terra anunciar que "na véspera do ano 2000, assistir-se-á ao combate entre os sequazes de Maomé e as nações cristãs. Realizar-se-á uma terrível batalha, em que 5.650.451 soldados perderão a vida, e uma bomba de grande potência será lançada sobre uma cidade da Pérsia". Mas pior do que essa "profecia" são os aventados "segredos" de La Salette, em que mais uma vez nos é mostrado um deus colérico, exigente e inclemente e Nossa Senhora a falar de "batatas inglesas".Um pavor.Estará Bento XVI verdadeiramente disposto a um diálogo aberto,ilimitado, irrestrito e fraternal sobre todas as múltiplas questões que têm que ver com o aprimoramento, tão necessário,do conceito de Deus ? Então convoque o Concílio Vaticano III e ficará na História da Igreja e da Humanidade como um homem providencial...

De Mª Amélia a 24 de Janeiro de 2010 às 20:39
Meu amado irmão António, o que tem a ver as Aparições de La Salette com o pedido de Bento XVI?! Peço desculpa pela minha ignorância...mas não consigo ver a ligação entre os dois assuntos...
De qualquer forma esteja descansado porque as Aparições de Nossa Senhora não são Dogma de Fé! São revelações particulares...acolhe quem quiser! Aliás...Nossa Senhora é muito delicada...não se impõe...nem entra em casa de alguém, sem que lho peçam...Ela apenas, nos lembra que devemos fazer tudo o que ELE nos disser!
Permaneçamos serenos e confiemos em Jesus Cristo e na Sua Palavra!!!
Cordialmente, em Cristo! Mª Amélia!

De António a 25 de Janeiro de 2010 às 14:19
Estimada Maria Amélia: agradeço-lhe sensibilizadamente a forma gentil e fraternal como se me dirigiu e que afectuosamente retribuo.Somos os dois filhos de Deus, embora com formas certamente autónomas de pensar. Eu já fui católico mas deixei de o ser no preciso dia em que me apercebi que o Catecismo da Igreja Católica aceitava a aplicação da pena de morte, ainda que em termos excepcionais e circunscritos. Hoje sou um cristão ideologicamente desalinhado, obedecendo aos ditames da minha consciência e aos diálogos internos com o Deus que fala com todos nós. A unidade das igrejas cristãs, para ser genuína, tem de acontecer na diversidade. E estarmos todos abertos para um debate franco, leal e amigo.Por isso,a minha deriva para a questão das supostas aparições de La Salette, reconhecidas pelo Papa Pio IX nos seguintes termos: " Estes são os Segredos da La Salette;se o mundo não se arrepender, perecerá". O mundo,apesar de todo o Mal, permanece, porque,felizmente, Deus não é o demiurgo irascível, vingativo e inclemente que perpassa do conteúdo canonicamente aprovado das hipotéticas aparições, nem Nossa Senhora se prestaria à chantagem emocional que consta no infeliz relato das mesmas, nomeadamente neste passo: " Deus vai castigar de uma maneira sem precedentes. Ai dos habitantes da Terra! Deus vai esgotar a sua cólera e ninguém poderá fugir a tantos males juntos", como poderá verificar na referência que me permito citar, na parte final desta resposta. Já alguma vez, estimada Maria Amélia, admitiu acreditar num Deus colérico, que necessitasse de " esgotar a sua cólera" ?...abraço amigo...

http://www.derradeirasgracas.com/4.Aparições de N Senhora/Nossa Senhora de La Salete.htm

De Mª Amélia a 25 de Janeiro de 2010 às 16:38
Estimado António, que somos os dois filhos de Deus, não há a menor dúvida…assim como ñ duvido tb, da sua recta intenção ao tentar fazer uma crítica à Igreja Católica…
Porém confesso o meu profundo pesar quando afirma que deixou de ser católico!... Sabe porquê? Porque está escrito que a Igreja é “a Coluna e o Sustentáculo da Verdade”, se assim ñ fosse andaríamos todos à deriva…errantes…divididos…sem rumo…sem jeito…
Assim sendo deixou, ao mesmo tempo, de ser obediente à “Cabeça visível” que Jesus, “Cabeça invisível” deixou para a Sua Igreja! Ora, ELE Próprio afirmou que muito “mais lhe agrada a obediência que o sacrifício” Pois bem…um verdadeiro católico ñ abandona nunca a sua Igreja, caso contrário está a provocar divisões no Corpo Místico de Cristo…que pediu a Unidade…
Relativamente aos segredos de La Salette, tal como ontem referi, ñ são Dogma de Fé. No entanto há um pormenor, no qual eu concordo consigo…”Deus ñ é o demiurgo, irascível, vingativo e inclemente…” Claro que Deus é Amor, sempre…E ñ vai castigar!
Sabe porquê? Porque o mal, misteriosamente é que se destrói a si mesmo! “Ai dos habitantes da Terra…” Sim!
Duvida que somos, todos, vítimas de um Mundo sem Deus?! O facto de estar escrito que…”Deus esgotará a Sua cólera…” é fácil de entender que é uma figura de estilo…ou um “simbolismo”…se quiser?, apenas para dizer, em linguagem humana que o mundo, o nosso Mundo…ficou entregue aos orgulhosos que se convenceram que nem precisam de Um Deus de Amor…e, como ñ o “temem”…provocam injustiças…guerras e toda a sorte de maldades, a tal ponto que a Humanidade se entregou ao “castigo”, perpetrado, por si, mesma! Ou seja…o Mundo perecerá, sob a sua própria espada, literalmente!
Cordialmente, em Cristo! Mª Amélia!

De António a 27 de Janeiro de 2010 às 20:34
Estimada Maria Amélia: novamente grato por este diálogo fraternal.Eu ficaria pesaroso se pactuasse com a aceitação pela Igreja Católica, no seu catecismo, da execrável e desumana pena de morte.Assim durmo tranquilo e de Bem com Deus...abraço amigo...

De Anónimo a 27 de Janeiro de 2010 às 21:56
Eu não concordo com a pena de morte. E não aceito que no catecismo se aceite a mesma. Mas, o catecismo, não foi feito por Deus nem se baseia na Sua Palavra e Doutrina, porque todos sabemos que Deus não concorda com a pena de morte. Assim sendo, caro António, pelo que tenho percepcionado dos seus belíssimos comentários, estou convicto de que já está no caminho de regresso a Deus. Ele vai ficar-lhe muito grato. Um abraço amigo

De António a 28 de Janeiro de 2010 às 00:07
Deus nada tem que me agradecer.Eu é que tenho que Lhe estar grato pela Vida Eterna que a todos nos concedeu.Sou pecador como os demais.Apenas, e tanto é, me custa que a verdadeira dimensão do Deus do Amor e da Bondade,por Cristo revelada, não esteja ainda universalmente reconhecida.O mundo será bem mais belo e espiritualmente evoluído quando a Humanidade olhar para Deus como o Ser mais infinitamente bondoso de todos nós...


mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro