O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 29 de Dezembro de 2012
E eis que o cinzento deste dia veio inocular uma persistente sensação de sombra.

Quero continuar a crer na luz de cada manhã. Quero continuar a ouvir o despertar da esperança.

Mas olho e reparo. Parece que este é o tempo da desistência, da resignação ou da renúncia, como alertava Sophia.

Vamos gastando e desgastando-nos como se já não houvesse futuro. Gastamo-nos no trabalho. Desgastamo-nos na procura de trabalho. E, sem saber como, estoiramos na folia.

Andamos depressivos e eufóricos, mas não alegres.

Não sabemos rir e até nem conseguimos chorar.

Gritamos. Vociferamos.

Vamos (re)ganhar coragem, sair dos escombros e enxergar a luz.

Ei-la que vai passando. Mas quem a vê? Não conjuguemos jamais o verbo «desistir»!
publicado por Theosfera às 11:48

De xana a 28 de Dezembro de 2012 às 22:26
padre,

posso contacta-lo via email para lhe fazer uma pergunta em S.O.S ?

obrigada pela confiança.

xana

De Theosfera a 29 de Dezembro de 2012 às 18:48
antonioteixeira65@sapo.pt

De Evágrio Pôntico a 29 de Dezembro de 2012 às 09:23
Bom dia na Paz e no Amor de Jesus e Maria !

Embora aparentemente (só aparentemente... porque, no fundo, tem a ver com o futuro e a liberdade e a possibilidade de determinação de todos nós) sem ligação a mais este belo post do Sr. Padre João António, permita-me, Sr. Padre, que deixe aqui à consideração de todos uma esclarecedora entrevista a um site católico italiano.

A entrevista - bem reveladora do que está a ser secretamente congeminado pelos dirigentes europeus, sem que os cidadãos minimamente se apercebam - é retirada do site italiano "Radici Cristiane" (Raízes Cristãs).

Espero que o Sr. Padre e/ou alguns dos frequentadores do blogue entendam minimamente a língua italiana para poderem alcançar a gravidade do que se está a passar nas sombras cavernosas da política europeia, que condenou já Portugal e outros países e respectivos cidadãos a serem lacaios de tal súcia, e a caminho da escravidão total…

Em resumo, está, paulatinamente, a ser implantado um projecto que visa transformar a Europa numa nova federação "socialista" nos moldes da extinta união soviética, onde como se sabe, uma pequena classe dirigente vivia à custa do trabalho de todo um povo manietado, escravizado, sem liberdade e sem horizontes, e em que aqueles que procuravam fugir a tal destino ou denunciar tais violências e atrocidades, eram enviados para hospitais psiquiátricos para serem "reeducados", ou, pior, remetidos para os "arquipélagos goulags", na gélida Sibéria, para morrerem "naturalmente"...

Não sei se os governantes (?) de Portugal conhecem estas manobras, se as ignoram, ou estão também conluiados no processo. Nós, cidadãos, é que as não podemos ignorar, em defesa da nossa própria existência e da nossa dignidade de seres humanos !

Julgo que cada vez mais se torna evidente e imperioso que temos de nos defender destes políticos velhacos, corruptos e sem moral nem valores ! É urgente combater esta gente pérfida e asquerosa que se apoderou do nosso País !

Aqui fica a ligação para a referida entrevista:

http://www.radicicristiane.it/fondo.php/id/1697/ref/3/Dossier/Dall'URSS-all'Unione-Sovietica-Europea,-il-progetto-del-mondialismo-socialista

Santo fim-de-semana para todos.

De Maria da Paz a 31 de Dezembro de 2012 às 00:32
Ex.mo Senhor:
Precisamos de mais união com Deus e com Sua Mãe, Maria Santíssima e precisamos de mais coerência de vida, no Amor a Deus, sobre todas as coisas, e aos Irmãos´como a nós mesmos... dentro do que nos for possível...
Deus nos acuda!
Os meus cumprimentos.
Maria da Paz


mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9


27
28



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro