O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 04 de Agosto de 2012
O deslumbramento é sempre venenoso. Cria a ilusão de que se está num lugar onde, no fundo, ninguém se encontra: o centro do mundo.

O choque com a realidade, que a adversidade oferece, mostra-nos, com uma clareza meridiana, que o mundo já existiu antes de nós e há-de continua a existir depois de nós.

A propósito, conta-se que Alexandre Magno verteu, em testamento, três desejos cujo sentido, à partida, parecia quase indecifrável.

O primeiro era que fossem os melhores médicos a carregar o seu caixão.

O segundo era que, durante o cortejo, se espalhasse pelo chão toda a riqueza que ele acumulou.

E o terceiro era que as suas mãos pudessem baloiçar fora da urna.

Perante a surpresa dos circunstantes, Alexandre deu a explicação para cada um dos pedidos:

1) que os médicos entendam que não têm qualquer poder sobre a morte;

2) que os homens percebam que os bens acumulados neste mundo no mundo permanecerão quando partirmos;

e 3) que faz bem pensar que nascemos de mãos vazias e com as mãos vazias havemos de partir!
publicado por Theosfera às 18:55

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

16
17
18

19
20
21
22
24
25

26
27
28
29
31


Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro