O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 25 de Julho de 2012
Determina o princípio da subsidiariedade (uma das mais luminosas aquisições da Doutrina Social da Igreja) que as instâncias (impropriamente chamadas) superiores só devem intervir quando as instâncias (inadequadamente consideradas) inferiores não conseguem agir.

Isto representa, no fundo, um estímulo ao protagonismo da sociedade civil.

É aos cidadãos que incumbe a liderança. O Estado deve aparecer não para asfixiar iniciativas, mas para suprir carências.

A esta luz, entende-se que o Estado tenha avançado com canais de televisão. A sociedade civil não tinha condições para as criar.

A situação, entretanto, alterou-se de há duas décadas para cá. Os canais privados proliferam.

Acresce que, com algumas (pouquíssimas) «nuances», o panorama da programação não difere muito.

Dada a situação de emergência e a necessidade imperiosa de cortar na despesa, fará sentido que o Estado mantenha canais de televisão?

Fará sentido que pessoas que vivem com salários tão baixos tenham de sustentar (via impostos e via factura da luz) pessoas que auferem salários tão altos?

Acontece que, nesta altura, a televisão do Estado é mais debatida pelos salários volumosos de alguns dos seus funcionários do que pela sua programação.

Ao Estado assiste todo o direito (e, mais que o direito, o dever) de definir um serviço público de televisão. Mas tal serviço público pode (e deve) ser aplicado por todos os operadores.

Uma televisão pública não é o mesmo que televisão do Estado. Ao Estado cabe orientar, não tutelar. Porque é tão difícil perceber o óbvio?
publicado por Theosfera às 10:24

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro