O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 23 de Julho de 2012

É importante que não nos resignemos. Mas é fundamental que procuremos perceber o que acontece.

A guerra degrada-nos. E na paz (ou, melhor, na ausência da guerra) cavamos os alicerces da degradação.

Oscar Wilde, com a subtileza do seu génio, foi muito claro.

«O luxo dos ricos vem do trabalho dos pobres». Na guerra, «os fortes escravizam os fracos». Na paz, «os ricos escravizam os pobres».

Nunca conheceremos verdadeiramente as pessoas, nem sequer os que consideramos amigos. Para Wilde, «é muito perigoso conhecermos os nossos amigos». 

É por isso que o autêntico amor «sofre e é silencioso». É eloquente por si mesmo, mas raramente se mostra loquaz. Teria muito para dizer, para denunciar. Por isso, por amor, opta, muitas vezes, por calar.

«A Beleza e a Sabedoria, prossegue Wilde, amam o venerador solitário»!

publicado por Theosfera às 22:55

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro