O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

Nas vésperas de Natal, morreu um teólogo dominicano. No dia 11, faleceu um teólogo jesuíta. Depois de Edward Schileebeckx chegou a vez de Jean-Yves Calvez. Tinha 83 anos.

 

Ficou famoso por uma obra sobre o pensamento de Karl Marx. Foi o principal redactor da encíclica Populorum Progressio, de Paulo VI.

 

Era um homem de Deus, inquieto. O capitalismo não descansou com ele. Descanse ele em paz. Na paz de Deus amor.

publicado por Theosfera às 15:51

De Evágrio Pôntico a 19 de Janeiro de 2010 às 16:23
Paz à sua alma. Um grande teólogo, Jean-Ivez Calvez.
Tenho a sua obra, em 2 vols., "O pensamento de Karl Marx". Conhecedor profundo de Marx e da filosofia alemã do séx. XIX, Jean-Ivez Calvez deu um contributo notável para melhor se entender a concepção de Marx da história, analisando-a em profundidade, desmontando as suas teses, e dando-lhe a devida resposta à luz da relação dos homens com Deus.


De António a 19 de Janeiro de 2010 às 21:35
Marx merece ser criticado no que o seu pensamento merece críticas e elogiado no que de muito mérito possui." O Capital" é uma obra grandiosa em termos económicos e desmonta cabalmente o lado perverso do Capitalismo liberal. E trouxe outro grande contributo:o Catolicismo, com adopção dos princípios dessa magistral encíclica, que é a " Populorum Progressio" deixou de ser um feudo de uma qualquer facção minoritária de extrema- direita, que pretenda conciliar Deus e o Capital. Paulo VI é um marco nessa justa machadada. E de Juan Krohn que tanto se insurgiu ideologicamente contra o Papa Paulo VI,como confesso admirador das passadistas teses ultracionalistas,já não reza a história...

De António a 19 de Janeiro de 2010 às 22:48
Em complemento do meu comentário anterior e porque só agora tive conhecimento da entrevista concedida por Jean- Yves Calvez, aqui deixo um pequeno extracto da mesma ao " Público", àcerca do seu entendimento sobre o pensamento de Marx:

"P. - Foi um dos primeiros teólogos a debruçar-se sobre Karl Marx. O pensamento de Marx ainda é actual?

R. - É actual de muitas maneiras. Não se poderia compreender nada do século XIX e XX sem conhecer o pensamento de Karl Marx. É verdade que a ideia messiânica em Marx foi muito abandonada - com razão. Mas há uma grande diferença entre a sua visão messiânica da história, muito débil, e as análises [que Marx faz] da economia e a crítica do capitalismo, [que] permanecem fundamentalmente válidas. A situação a que se referenciava Marx é bem diferente da de hoje, mas as grandes linhas dessa crítica são fundadas ainda hoje."





mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro