O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 20 de Outubro de 2009

Quatro anos numa função são quase nada.

 

Mas no futebol e, ainda por cima, numa altura em que os treinadores saem e entram a toda a hora, os quatro anos de Paulo Bento à frente da mesma equipa têm um (quase) sabor a eternidade.

publicado por Theosfera às 11:54

De António a 20 de Outubro de 2009 às 13:10
Parece-me um caso de estudo a permanência de Paulo Bento à frente do Sporting.É simpático e não é arrogante.Mas,no jogo entre o Sporting e o Penafiel, o comentador Pedro Gomes,no relato que do jogo ouvi na rádio, disse exactamente isto: " Eu substituiria 8 jogadores do Sporting", " nunca pensei ver um jogo tão mau", " quando a minha neta não quiser comer a sopa, digo-lhe: olha, que, se não quiseres comer a sopa, levo-te a ver um jogo deste Sporting"...


mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14




Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro