O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 22 de Junho de 2012
Muito se fala (e escreve) sobre o Concílio Vaticano II.

Acaba de aparecer mais um livro em Portugal sobre o acontecimento.

50 anos foi o mote para 50 olhares.

A edição (da «Paulus») tem os seus méritos, embora, como se compreende, o texto resulte bastante heterógeneo.

É necessário, sem dúvida, voltar a conhecer o Concílio Vaticano II, que para muitos já passa despercebido.

Mas é fundamental evitar a tentação de o «arquivar». Este grande acontecimento apontou-nos um longo itinerário, que nunca estará concluído.

O Vaticano II tem de ser, pois, para conhecer, para estudar, para aplicar e também (não o ignoremos) para prosseguir.

O espírito do Concílio foi a premente atenção aos «sinais dos tempos».

Deus continua a falar no nosso tempo. Há que escutar a Sua voz. E nunca presumir que já está tudo decidido.

Somos sempre peregrinos no Tempo e jamais espectadores da História!
publicado por Theosfera às 10:38

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro