O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 29 de Maio de 2012
A Europa tem raízes cristãs. Mas o Cristianismo também tem raízes europeias.

Há uma tal interdependência simbiótica entre o Cristianismo e a Europa que, por vezes, se pressente alguma dificuldade em operar a devida triagem.

É natural que o Cristianismo tenha as marcas da Europa na Europa. Mas na Ásia, na América e na África também terá de ser assim?

Será que evangelizar terá de ser, obrigatória e automaticamente, «europeizar»?

Esta questão tem ocupado a Teologia nas últimas décadas.

Karl Rahner assinalou que a «desocidentalização» entreaberta pelo Concílio Vaticano II era o segundo momento de abertura mais importante da História da Igreja.

O primeiro tinha sido a «desjudaização» encetada por S. Paulo.

É interessante recordar que, na década de 1960, o famoso cardeal Malula enunciou: «Até agora, procurámos evangelizar a África; a partir de agora, é preciso também africanizar o Evangelho»!
publicado por Theosfera às 10:36

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9

19




Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro