O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 13 de Abril de 2012
O cenário é recorrente e a situação está a tornar-se deprimente.

Aquando da suspensão do subsído de férias e de Natal, foi dito que tal medida era temporária. Iria vigorar enquanto vigorasse o programa de austeridade.

Em 2013, iria acabar tal suspensão, pelo que em 2014 tudo voltaria ao normal.

Eis quando, há dias, foi advertido que, afinal, a reposição dos referidos subsídios só se verificaria em 2015. E, pelos vistos, não será na totalidade, mas de forma gradual.

Ainda em campanha eleitoral, o então candidato a primeiro-ministro qualificara tal medida como um disparate. Depois, aplicou-a.

George Steiner explica tudo isto, que já nem nos espanta. Estamos na era «epilológica», na era «pós-palavra».

Usa-se muito a palavra. Mas ela está banalizada, trucidada pelo seu (ab)uso.

Urge revalorizar a palavra, devolver-lhe a densidade perdida e a dignidade desperdiçada!
publicado por Theosfera às 10:32

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro